quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Teixo da Quinta da Trajinha - Bragança


Esta árvore centenária foi considerada exemplar de interesse público. Alguns dos seus ramos cresceram de tal forma que foi preciso apoiá-los em estacas.
O Instituto Florestal considerou este teixo uma árvore "verdadeiramente notável para a espécie".
A sua altura é de cerca de 13 metros e o diâmetro médio da copa é de 18 metros. Pertence ao Albergue Distrital de Bragança. Relativamente à idade,o mesmo organismo considera-o multissecular.

1 comentário:

Fernando Almeida disse...

Boa tarde.
Chamo-me Fernando Rodrigues de Almeida e sou investigador na área da toponímia. Penso que numa língua antiga falada no oeste da Península Ibérica o nome “trajan” significava “afiar facas” e sei que existe pelo menos um local chamado “Trajano” em Portugal (no concelho de Odemira) que era conhecido precisamente por ser aí que as pessoas antigamente iam buscar pedras de amolar (ou aguçar) as facas.
A pergunta que faço é a seguinte: acontece o mesmo na “Quinta das Trajinhas” a que se refere a propósito do teixo? Essa “Quinta das Trajinhas” também era um local onde antigamente se iam buscar pedras para afiar facas, ou há alguma relação possível entre o local e afiar facas?
É claro que agradeço desde já o seu apoio e colaboração que muito contribuirá para o sucesso desta investigação.

Fernando Almeida