segunda-feira, 28 de maio de 2012

Alunos de Carrazeda recriam tabernas

As típicas tabernas transmontanas vão fechando as portas, mas em Carrazeda de Ansiães viveu-se o verdadeiro espírito da taberna à portuguesa. Este sábado, um grupo de 20 alunos da Escola Profissional de Ansiães transformou a zona envolvente à Biblioteca numa taberna à moda antiga.  
Gastronomia típica, vinho e fados foram a combinação perfeita na recriação de uma taberna à portuguesa. Este espaço de convívio característico da maioria das aldeias do Nordeste Transmontano foi recordado na zona envolvente à Biblioteca de Carrazeda de Ansiães. Um grupo de alunos do curso Informação e Animação Turística para adultos, da Escola Profissional de Ansiães, decidiu trazer de volta a tradicional taberna, com petiscos variados.“Caldo verde, rancho, sangria, vinho, alheira, barriga de porco”, afirma Laura Pinto, uma das alunas a servir na taberna.
Na maioria das aldeias as tabernas já fecharam as portas, mas o espírito permanece na memória das pessoas. Pedro Mesquita, um dos alunos envolvidos neste projecto, diz que o objectivo desta iniciativa é promover as tradições.“São tradições que se perdem, culturas que se perdem e por isso decidimos recriar a taberna”, realça o formando.
Para o director da Escola Profissional de Ansiães, Ricardo Fiães, gastronomia e grupos de fados é a combinação perfeita para recriar o ambiente de uma taberna à moda antiga.“Alguns membros destes grupos são ex-alunos da nossa escola e achámos que era uma oportunidade única de juntar um leque de tunas e de fadistas”, salienta o director da Escola.
Quem por aqui passou degustou os sabores tipicamente transmontanos e recordou os tempos em que os serões eram passados na taberna.As memórias das típicas tabernas do Nordeste Transmontano reavivadas em Carrazeda de Ansiães.
A Escola Profissional de Ansiães a realizar mais uma actividade junto da população local.+


Escrito por Brigantia
in:brigantia.pt

Sem comentários: