terça-feira, 22 de maio de 2012

Caretos de Varge no VII Festival da Máscara Ibérica


Entre os dias 10 e 13 de Maio, em Lisboa, decorreu a sétima edição Festival Internacional Máscara Ibérica (FIMI). Uma iniciativa da PROGESTUR - Associação para o Desenvolvimento do Turismo Cultural, em parceria com a EGEAC - Empresa de gestão de equipamentos e animação cultural de Lisboa/Câmara Municipal de Lisboa.
O evento caracterizou-se por um diverso conjunto de ações, nomeadamente concertos e espetáculos de dança ao ar livre, mostras de produtos regionais e venda de artesanato. No entanto, o momento alto, do VII Grande Desfile Máscara Ibérica, aconteceu Sábado dia 12 de Maio, pelas 16h30, tendo início na Praça do Comércio e fim no Rossio. Este desfile contou com 24 grupos oriundos do Norte e Centro de Portugal, Galiza, León, Zamora, Cáceres, Astúrias, País Basco, Salamanca e ainda Ílhavo (PT), Piornal e Montehermoso de Cáceres (ES).
Em Trás-os-Montes, diversas são as aldeias, que abraçam ainda esta tradição pagã dos rituais das máscaras, entre as quais a aldeia de Varge, que ano após ano vai cumprindo a tradição da Festa dos Rapazes, com as tropelias dos caretos (rapazes solteiros mascarados), espalhando pelas ruas da aldeia o espírito festivo. De salientar que esta tradição já foi tema de livros e de trabalhos de investigação, inclusive, o ano passado, estiveram 4 alunas da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa farolas como eles designam, durante um mês, fazendo um trabalho de campo sobre este ritual.
O desfile contou assim, com a participação dos gaiteiros e caretos de Varge, que animaram a capital portuguesa, e deixaram os lisboetas e turistas, que estavam de passagem, fascinados com a magia dos rituais de solstício de Inverno do Nordeste Transmontano. Já no dia oito haviam estado na antevisão do desfile na RTP1.
O próximo desfile será ainda este ano em Setembro, na cidade de Zamora, e mais uma vez, os gaiteiros e caretos de Varge irão estar presentes, dignificando e divulgando a cultura e a tradição nordestina da Festa do Rapazes.


in:noticiasdonordesteultimas.blogspot.pt

1 comentário:

luis disse...

Sou um simples cidadão que esteve dia 10.05.2014 no "Desfile da Máscara Ibérica, Lisboa 2014”, venho agradecer a toda a organização, aos grupos culturais que participaram no desfile, à Câmara Municipal de Lisboa, entidades de Espanha, o trabalho e dedicação e o quanto nos proporcionaram, na divulgação ao mundo e aos portugueses, alguns dos traços culturais ibéricos mais bem guardados, com rituais ancestrais que tanto têm de religioso e mitológico como de profano, um tesouro esquecido e um tema que tanto é do meu agrado.

Infelizmente…se estou enganado peço perdão !!!!!, mas pelo que me apercebi, as entidades oficiais Portuguesas (cultura) continuam de pé atrás nos apoios a estes eventos culturais, sendo a Espanha a custear com uma grande parte no apoio desta divulgação.....confesso que é triste por vezes ser cidadão neste País cheio de aberrações.

Admiro este projeto, e o valor desta "Festa" estou certo que vão melhorar de ano para ano e possam dar uma referência a nível internacional, é bom para a cultura, é bom para a economia, é bom para todos.

Também quero agradecer ao grupo de trabalho tanto de Portugal como da Espanha no estudo e candidatura no projeto Máscara Ibérica - "Candidatura a Património Imaterial da Humanidade", é uma aposta na cultura popular, em elementos que identificam e diferenciam o povo Ibérico, numa Europa desalinhada.

-----------------------------
https://www.flickr.com/photos/fontelima/sets/72157644591155536/