terça-feira, 29 de maio de 2012

Freguesia de Corujas

Corujas é uma pequena freguesia da parte norte do concelho de Macedo de Cavaleiros. Está situada a cerca de dez quilómetros da freguesia-sede, num vale no cruzamento dos caminhos para a sede do concelho e freguesias de Lamas, Edroso e Ala. O sítio arqueológico Mogrão/Caúnha confirma a antiguidade do povoamento da área que corresponde à actual freguesia. Aí existiu um povoado fortificado, com boas condições de defesa e uma excelente implantação estratégica, já que dali são visíveis todas as terras em redor.
O recinto interior, que seria de médias/grandes dimensões, era defendido por uma linha de muralha, da qual ainda resta um pequeno troço. Não se encontraram materiais de superfície. A nível administrativo, Corujas pertenceu ao concelho dos Cortiços até 1862, data em que transitou para o de Macedo de Cavaleiros. A nível judicial, aparece em 1839 na comarca de Bragança e em 1852 na comarca de Chacim.
Corujas foi uma «estação de muda». Passava por aqui a Estrada Nacional , na qual transitavam os cavalos da Mala-Posta, que faziam na freguesia a mudança. No que diz respeito ao património edificado, uma primeira palavra para a Igreja Paroquial de S. Tiago, cuja fachada termina em empena truncada por sineira de dois sinos. Um frontão triangular sobrepuja a porta principal.
A Capela de Santo Amaro, por seu lado, foi reconstruída em 1754 a expensas da população. Nessa altura, já estava quase completamente destruída. É um templo muito simples, cuja fachada principal termina em empena.
Área: 968 ha
População: 370 habitantes 
Património cultural edificado: Igreja Matriz, Capela de Stº Amaro, Casas Tradicionais, Fontes de Mergulho, Tanques Públicos com Bebedouro para animais, Nicho de S.Tiago, Sede de Freguesia, Casa Mortuária, Santinha
Património Paisagístico: Zona de Stº Amaro, Lugar da Serrinha, Zona das Lamelas
Festas e Romarias: Festas de Stº Amaro a 15 de Janeiro ou no Domingo mais próximo do dia 15, de Verão (móvel) em Agosto
Gastronomia: Fumeiro dos Derivados de Porco, Sopas de Sejador, Orelhas de Abade, Morcela Doce, Feijão com Couve, Linguiça com Pão de Centeio, Folar de Carne, Bolo Doce
Locais de lazer: Em todo o Porto de Corujas com os Largos desde o Largo da Igreja Matriz
Espaços lúdicos: Campo de Futebol de Corujas
Artesanato: Cobertores de Lã, Mantas de Farrapos, Rendas e Bordados Regionais
Orago: S. Tiago
Principais actividades económicas: Agricultura, Pecuária, Castanha, Olivicultura, Cortiça, Vinicultura, Pastorícia, Construção Civil, Pequeno Comércio, Serviços
Colectividades: Associação Cultural e Desportiva e Recreativa de Corujas

in:retratoserecantos.pt

1 comentário:

nêspera disse...

Corujas marcou a minha vida para sempre! Foi a minha primeira escola e amei trabalhar aí. Sei ainda o nome de todos os alunos. E já foi há uns anitos :)