sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Dois projectos transmontanos nomeados para o prémio de Arquitetura Contemporânea Mies Van Der Rohe 2015

Centro de Alto Rendimento do Pocinho
Dois projectos de arquitectura localizados em Trás-os-Montes e Alto Douro estão nomeados para a edição de 2015 do Prémio da União Europeia para a Arquitectura Contemporânea, galardão atribuído de dois em dois anos pela Comissão Europeia e pela Fundação Mies van der Rohe.

As nomeações foram divulgadas através dos próprios arquitectos, nas redes sociais ou através de comunicados à imprensa, depois de os autores terem sido informados por carta de que se encontrarem entre os candidatos ao prémio. 

O Centro de Alto Rendimento do Pocinho, de Álvaro Fernandes Andrade e o Museu da Oliveira e do Azeite de Mirandela, de Manuel Graça Dias, são os projectos da região  nomeados para o European Union Prize For Contemporary Architecture - Mies Van Der Rohe Award 2015 (Prémio da União Europeia para a Arquitetura Contemporânea). 

Além destes dois projectos da região, foram ainda nomeados mais 4 situados em território nacional, nomeadamente os Edifícios Centrais do Parque Tecnológico de Óbidos, da autoria de Jorge Mealha, o Data Center da Portugal Telecom na Covilhã, de João Luís Carrilho da Graça, a Torre da Palma Wine Hotel, de João Mendes Ribeiro e a Escola Lima de Freitas em Setúbal, de Ricardo Carvalho e Joana Vilhena.

in:jornalnordeste.pt

Sem comentários: