quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Município de Freixo reduz 1,7 milhões da dívida

Autarquia mais pequena do distrito ainda tem uma dívida de cerca de 17 milhões, quando o máximo deveria ser cerca de 6 milhões de euros
A presidente da Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta já reduziu a dívida em cerca de 1,7 milhões de euros. Quando chegou ao município, há cerca de um ano, Maria do Céu Quintas lembra que encontrou uma dívida de 19 milhões de euros, que condicionava logo à partida o trabalho à frente da autarquia.
“Eu tenho que agradecer muito aos funcionários da Câmara, porque foi com eles que eu disse na campanha que teria que contar para trabalhar, porque não podemos pagar, e eles têm sido excepcionais e têm trabalhado”, confessa a autarca.
Apesar desta redução, Maria do Céu Quintas sublinha que o município continua endividado, o que dificulta a gestão da Câmara Municipal. “A dívida é muito grande e não é de um dia para o outro que se vai resolver, até porque o município não tem recursos para o poder fazer de repente. As nossas receitas correntes não chegam para as despesas correntes, mas no entanto não podemos estar parados e temos feito alguma coisa e temos ajudado a economia local”, salienta a edil.
A redução da dívida só foi possível com recurso a subsídios e muita poupança. “Com subsídios que foram entrando fomos pagando e vamos poupando. Em tudo o que podemos poupar poupamos e vamos canalizando o que podemos para pagar dívida e é o que vamos continuar a fazer”, realça Maria do Céu Quintas.

in:jornalnordeste.com

Sem comentários: