quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Alfândega e Moncorvo na agenda das Jornadas Europeias do Património

A Torre do Relógio de Alfândega da Fé e as Minas e Museu do Ferro de Torre de Moncorvo vão participar nas Jornadas Europeias do Património 2015.
A iniciativa anual do Conselho da Europa e da União Europeia realiza-se nos dias 25, 26 e 27 de Setembro, e envolve cerca de 40 países. O objectivo é sensibilizar dos cidadãos para a importância da protecção do Património. 
A presidente do município de Alfandega da Fé, Berta Nunes, salienta a importância que o património tem a nível turístico e avança que a recuperação do monumento faz parte “da estratégia de criar emprego e riqueza para o território”. “Consideramos que o turismo e conservação do património, como formas de tornar o território atractivo, é muito importante e, por isso, temos vindo a investir na recuperação do património e na sua valorização”, destaca ainda a autarca. 
O historiador Paulo Costa, responsável pelo estudo de investigação da Torre do Relógio, demonstrou que a Torre do Relógio não faz parte do castelo, como se chegou a pensar, foi construída especificamente para albergar o relógio no século passado. 
O investigador diz que a estrutura “tem uma singularidade que a torna uma forte candidata às Jornadas Europeias”. O edifício situa-se na zona mais antiga da vila de Alfândega da Fé. Trata-se, assim, de um exemplo único no distrito, e raro a nível nacional. A requalificação a que foi sujeita, vai ser inaugurada no dia 26 de Setembro, durante as Jornadas Europeias do Património 2015. 
Também Torre de Moncorvo vai ter participação neste evento. Para o dia 25 estão marcadas visitas às Minas de Ferro e ao Museu do Ferro desta vila. Ainda no dia 25, a RIBACVDANA - Associação de Fronteira para o Desenvolvimento Comunitário e a Câmara Municipal de Torre de Moncorvo inauguram às 17h00 as exposições: “Linha do Vale do Sabor. Futuro em Aberto”,“34 anos de abandono 34 fotografias”, “La raya rota”. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: