sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Mais dois partos na estrada

Não é uma situação nova, mas esta semana realizaram-se dois partos a caminho do hospital de Bragança, e os dois na mesma madrugada.
Na passada terça-feira um casal de Vimioso, a 60 quilómetro da capital de distrito, dirigiu-se à maternidade, depois de a mulher ter começado a sentir algumas dores.
O trabalho de parto começou antes de chegarem à autoestrada. O bebé nasceu em Bragança mas não na Unidade Hospitalar. À entrada da cidade, na Avenida Cidde de Zamora, a cerca de três quilómetros foi realizado o parto pelo próprio pai que é bombeiro na corporação de Vimioso.

Bruno Higino não contava ter de ser o parteiro do próprio filho. O bombeiro critica a centralização de serviços e considera que há localidades que sofrem especialmente o afastamento dos serviços de
saúde:

Os colegas bombeiros de Bragança foram entretanto chamados a prestar auxílio, como conta Tiago Rodrigues, um dos voluntários de serviço nessa noite:

Mãe e filho estão ainda no hospital, mas encontram-se bem de saúde.
Na mesma madrugada, uma outra grávida deu à luz na estrada, neste caso numa ambulância de Suporte Imediato de Vida que a transportava do Hospital de Mirandela, onde se dirigiu para receber assistência quando entrou em trabalho de parto.
A viagem foi interrompida ainda na cidade do Tua, mesmo antes da entrada na A4 onde o bebé nasceu.

INFORMAÇÃO CIR (Rádio Brigantia)

Sem comentários: