quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Seca severa pode reduzir produção agrícola

Os agricultores temem uma redução significativa na produção devido à seca.
A falta de chuva está a secar as novas plantações em particular de castanheiros, em cerca de 90 %, segundo os produtores.
Adérito Gomes, da aldeia de Terroso, concelho de Bragança, produz anualmente 10 toneladas de castanha, mas receia que este ano a produção não chegue a metade. “A produção diminui, 90 por cento das plantações novas secou. 
A agravar-se a situação de seca, a produção, tamanho e crescimento serão afectadas e haverá uma má colheita, com o calor a castanha tem mais tendência a apodrecer e ganhar bicho”, refere preocupado o produtor. 
Hélder Martins, também produtor de castanha em Terroso, lamenta a situação pois vê o fruto seco “pouco desenvolvido”, e recorda que “há muitos anos que a seca não era tão grande, e os castanheiros estão a perder qualidade e a ficar amarelados, com a falta de água”. 
O director Regional de Agricultura e Pescas do Norte, Manuel Cardoso, afirma que está atento à situação, “monitorizando a disponibilidade de água e os efeitos da seca nas culturas agrícolas” e garante que “no momento certo, serão tomadas as medidas necessárias, em caso de emergência”. 
Manuel Cardoso confirma a gravidade da situação, no entanto, frisa que as albufeiras ainda não se encontram com as reservas esgotadas. 
Culturas a necessitar de água e a preocupar os agricultores do distrito de Bragança. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: