quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Jornadas Europeias do Património foram assinaladas em Torre de Moncorvo com várias atividades

No âmbito das Jornadas Europeias do Património tiveram lugar em Torre de Moncorvo várias atividades nos dias 25, 26 e 27 de Setembro.

A comemoração contou com a inauguração de três exposições que tiveram patentes na antiga estação de caminhos-de-ferro de Moncorvo. Uma sobre “ A Linha do Vale do Sabor. Futuro em Aberto” da organização de Rosa Gomes e com a colaboração de Carlos D’Abreu e Paula Azevedo, uma outra sobre “A Ponte do Pocinho: 34 anos de Abandono 34 Fotografias”, de Jorge Abreu Vale e uma terceira também de fotografia “La Raya Rota” com textos de Ángel González Quesada e Enrique de Sena e fotografias de Victorino Garcia Calderón. Em exibição estiveram os vídeos “A Última Viagem sobre Carris” de Miguel Ângelo Carneiro Leão, “ Latidos del Olvido” da direcção de Javier Arribas e o diaporama “ Saudades. Património Perdido” do professor Arnaldo Silva.

No dia 26 de Setembro teve lugar uma visita guiada à Ponte do Pocinho, um apontamento musical e um recital de poesia ferroviária. 

Da iniciativa fez parte também, no dia 27 de Setembro, a apresentação do livro “ A Linha do Vale do Sabor – um caminho-de-ferro raiano do Pocinho a Zamora”, coordenado por Carlos D’Abreu e editado pela Lema d’Origem.

Inserido no programa conjunto das Jornadas Europeias do Património do Museu do Douro, Museu do Ferro e da Região de Moncorvo, Museu Nacional Ferroviário, Museu de Geologia Fernando Real, a CP, a EDP, IP e a UTAD, decorreu, no dia 25 de Setembro, uma visita às minas de ferro de Torre de Moncorvo, orientada por Elisa Preto Gomes e Emídio Evo Urbano e uma visita ao Museu do Ferro e da Região de Moncorvo orientada por Nelson Rebanda.

NI Câmara Municipal de Torre de Moncorvo (Luciana Raimundo)

Sem comentários: