quarta-feira, 23 de março de 2016

Mirandela aposta em artistas “mais do momento”

Dengaz, Xutos e Pontapés, a voz de Lost Frequencies, Janieck Devy e dj Dan Maarten dos FunkYou2 são, apenas, alguns dos artistas cabeças de cartaz das semanas académicas de Bragança e Mirandela.
Em Mirandela, a Semana Académica acontece de 7 a 11 de abril no Pavilhão B da Reginorde. São cinco dias de celebrações, concertos e dj`s com diversos artistas a participarem neste evento organizado pela Associação de Estudantes da Escola Superior de Comunicação, Administração e Turismo (AEESACT).

No dia 7 de abril, quinta-feira, terá lugar a Serenata com as participações da In Vinus Tuna e da TunaMira. Depois, segue-se Mikkel Solnado e o vencedor do concurso de dj`s. No dia seguinte, será a vez dos vencedores do concurso de bandas subirem ao palco. Ainda nessa noite, os estudantes mirandelenses terão o privilégio de ouvirem a voz do tema Lost Frequencies interpretado por Janieck Devy e as batidas eletrónicas do dj Dan Maarten, dos FunkYou2. A 9 de abril, o “dia principal”, ocorrerá o jantar de gala num conhecido restaurante da cidade, sendo que a noite de sábado só se dará por concluída depois das atuações do dj Garnacho Nerik e Boy Teddy, havendo lugar, ainda, para a música popular trazida a Mirandela por Victor Rodrigues com a canção “Põe a mão na cabecinha”. No domingo, a organização esmerou-se com um programa repleto com a Missa de Benção das Pastas, a Queima das Fitas, os artistas Deau e Sky Cultivador featuring ft. Laker, encerrando a noite com SlimCutz dos Mind da Gap e as misturas de dj Ferdi. No último dia, 11 de abril, a Semana Académica de Mirandela terminará com o Desfile Académico e o Rally das Taskas.

O Diário de Trás-os-Montes (DTM) falou com o presidente da AEESACT, que esboçou o comparativo entre a Semana Académica de 2016 e a do ano transato. “O molde este ano é de menos um dia, mas mesmo assim conseguimos reunir mais artistas que em 2015”, observou Tito Resende. “As expetativas são as de manter, pelo menos, o nível do ano passado… Se mantivermos já é bom! Claro que gostaríamos de tentar subir o número de público”, confessou o responsável.

De acordo com o dirigente associativo, em termos de público, os números de 2015 ultrapassaram as 2500 pessoas, recebendo por dia, em média, entre 400 a 600 estudantes. “Tentámos tornar o evento mais consistente e diversificado para vários públicos. Sexta com o Janieck Devy e domingo com o Deau são dias em que esperamos bons números”, adiantou Tito Resende.

Quando questionado sobre a comparação entre as duas semanas académicas do Instituto Politécnico, o presidente da Associação de Estudantes responde: “isto não é bragança. Para nós é impossível termos nos nossos eventos artistas como o Dengaz ou os Xutos. Talvez o nosso cartaz seja mais apelativo por termos artistas mais do momento. Esse é um fator fundamental”.

Já a Semana Académica de Bragança (SAB) realiza-se entre 18 e 24 de abril no Pavilhão do NERBA, tendo início como de resto já é habitual com a Serenata na Praça da Sé e que tanta gente atrai ao centro da cidade. Seguem-se as atuações das Tunas, naquele que é considerado por muitos estudantes como o dia mais fraco da semana. A 19 de abril, sobe ao palco do NERBA o grupo musical Karetus. Quarta-feira, o dia é dedicado ao hip-hop com Steven-r e Dillaz. Dia 21, será Juvencio Luyis a entreter os estudantes da academia, sendo que, no dia seguinte, será a vez de Dengaz para mais uma noite dedicada ao rap. Sábado como manda a tradição, verifica-se a Benção das Pastas que terá lugar na Catedral e à noite a conhecida banda portuguesa, Xutos & Pontapés, que já tantas vezes veio a Bragança retorna à SAB para animar a população estudantil. No domingo, a Semana Académica encerra com Sons do Minho e Insert Coin.

O DTM também tentou falar ao longo dos últimos três dias com o presidente da Associação Académica do Instituto Politécnico de Bragança, Ricardo Pinto, mas sem sucesso.

Bruno Mateus Filena
in:diariodetrasosmontes.com

Sem comentários: