quarta-feira, 30 de março de 2016

OPERAÇÃO PÁSCOA – GNR - Comando Territorial de Bragança. Mais acidentes do que em 2015, mas sem vítimas mortais

Durante os quatro dias da Operação Páscoa, o Comando Territorial de Bragança da GNR registou 11 acidentes e 3 feridos leves, sendo que 760 condutores foram fiscalizados e desses 95 foram autuados.
Entre o dia 24 e o dia 27 de março, o Comando Territorial de Bragança da Guarda Nacional Republicana (GNR) intensificou o patrulhamento e a fiscalização rodoviária, com particular incidência nas vias mais críticas da sua zona de ação, com o objetivo de combater a sinistralidade rodoviária, regular o trânsito e garantir o apoio a todos os utentes das vias, proporcionando-lhes uma deslocação em segurança para os locais de origem.

Durante os quatro dias de Operação e, comparativamente à “Operação Páscoa 2015”, que decorreu de 2 a 5 de abril do ano transato, registaram-se mais três acidentes, 11 no total, e três feridos leves, o mesmo número que em 2015.

Dos cerca de 760 condutores fiscalizados, foram registadas diversas infrações, destacando-se seis por condução sob a influência do álcool, destes dois foram detidos com taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l), 95 autos de contraordenação e, destes, 70 foram-no por excesso de velocidade.

A nível nacional, e também comparativamente à “Operação Páscoa 2015”, registaram-se mais 106 acidentes (804), menos três mortos (três), mais um ferido grave (22) e mais 37 feridos leves (256). Dos cerca de 15 mil condutores fiscalizados, foram registadas neste período 5169 infrações, destacando-se 2645 por excesso de velocidade e 236 por condução sob a influência do álcool, tendo, desses, ficado detida uma centena com taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 gramas por litro (g/l), 222 pela incorreta ou não utilização do cinto de segurança, 209 por falta de inspeção periódica obrigatória e 194 por utilização indevida do telemóvel durante a condução.

Para além da sua atividade operacional diária, a GNR levou a efeito um conjunto de operações em todo o território nacional, no feriado e fim-de-semana de 25, 26 e 27 de março, que visou, sobretudo, a prevenção e combate à criminalidade violenta, bem como a fiscalização rodoviária.

Dos resultados desta atividade operacional reforçada desenvolvida a nível nacional, a GNR registou 149 detidos em flagrante delito. Destes, 81 foram-no por condução sob o efeito do álcool, 50 por condução sem habilitação legal, nove por tráfico de estupefacientes, três por posse de arma proibida e dois por furtos.

Quanto ao trânsito, foram detetadas 3228 infrações detetadas, destacando-se 1820 por excesso de velocidade, 186 por condução com Taxa de Álcool no Sangue superior ao permitido por lei, 130 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 114 por falta de inspeção periódica obrigatória, 96 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução e 46 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

A GNR apreendeu, ainda, 207 doses de haxixe, 13 gramas de anfetaminas e duas armas brancas.

Bruno Mateus Filena
in:diariodetrasosmontes.com

Sem comentários: