terça-feira, 24 de maio de 2016

Cebolo de Alfaião é pouco para as encomendas

Ainda não chega para as encomendas, a produção de cebolo da freguesia de Alfaião, no concelho de Bragança, que organizou no passado domingo a segunda edição da feira que promove o produto.
Este ano foram produzidos cerca de 2 mil molhos de cebolo, ou seja mais do dobro do ano passado, cada um composto por cem pés desta planta. Ainda assim não foram suficientes pois, logo às 6 da manhã do passado Domingo já havia compradores para o produto que deu nome à segunda edição da feira de produtos da terra de Alfaião. 
O presidente da junta de freguesia, António Baptista explica que o mau tempo que se fez sentir no início do mês, fez também com que a procura do cebolo se acentuasse agora. “Este ano foi atípico, dado às condições climatéricas, que fizeram com que a procura se concentrasse nesta semana. Houve muita gente que veio durante a semana à aldeia, à procura de Cebolo”, constatou o presidente da Junta de Freguesia de Alfaião, António Baptista. 
O autarca acredita que “há potencial para aumentar a produção”, até porque “os produtores vêm garantias de escoamento do produto e têm aumentado a produção”. O cebolo é tão procurado, que houve quem já estivesse à espera dele às 6 da manhã. 
Domicilia Pereira produz cebolo há mais de 25 anos e afirma que “é muito procurado porque é de qualidade”, acrescentando que este ano poderia ter, pelo menos, o triplo da produção, se não fosse o facto de alguns campos se terem inundado, o que fez com que parte da produção apodrecesse. 
O cebolo gera um volume de negócio de cerca de 10 mil euros, aos seis produtores da freguesia de Alfaião. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: