segunda-feira, 30 de maio de 2016

Nuno Markl: "O meu Facebook foi mais do que um palco de apedrejamento"

O humorista esteve envolvido em mais uma polémica. Desta vez por causa das gentes de Trás-os-Montes e de uma entrevista com José Cid.
Parece que o passado voltou para assombrar Nuno Markl. Ou pelo menos vários seguidores da sua página de Facebook. O humorista viu-se envolvido em mais uma polémica nesta rede social, sem que nada o justificasse.

E quem se tentou justificar foi o radialista, através da seguintes palavras, escritas este fim de semana:

“Incrível, estou a ser atacado por transmontanos por causa da reposição de uma entrevista ANTIQUÍSSIMA ao José Cid no Canal Q. Eu sei que linchar pessoas na Internet está na moda (confessem lá, vocês adoram), mas deixem-me que diga o seguinte:

1) O José Cid é uma pessoa, o Nuno Markl é outra. Se têm alguma coisa a dizer sobre o que foi dito sobre os transmontanos, falem com o José Cid;

2) O Nuno Markl adora Trás-os-Montes, sempre foi bem recebido lá e espera continuar a ser;

3) Quando uma pessoa se ri do que alguém diz, não quer forçosamente dizer que está a apoiar o que alguém diz. É muito difícil não rir do pensamento alucinante do lendário Cid”, lê-se numa publicação de Nuno.

De nada valeu. Markl continuou a ser severamente criticado. Insatisfeito por estar a ser acusado por algo, que segundo o próprio, não tinha culpa, voltou a defender-se, com mais uma declaração:

“Amigos de Trás-os-Montes: se isto serve para alguma coisa, peço-vos desculpa por me ter rido dos desvarios do Cid no Canal Q há tantos anos. Se não servir para nada - porque toda a gente prefere a guerra do que a paz, nas redes sociais - tudo o que posso dizer é que continuarei a gostar de Trás-os-Montes como gostei toda a minha vida até aqui. Se me quiserem bater ou insultar, é convosco. Não vou entrar em guerra com pessoas de quem sempre gostei”.

De facto, foram tantos os comentários, que Nuno Markl chegou a ponderar acabar com a sua página de Facebook. Decisão, que no entanto, não foi adiante.

Ainda assim, hoje, Markl dedicou a rubrica da Rádio Comercial - ‘O Homem que Mordeu o Cão’, para mais uma vez tentar esclarecer o assunto.

Na mesma, o comediante afirmou era impossível não se rir das coisas que José Cid disse, assim como de todos os seus delírios. Acrescentou que chegou a ser inclusive alvo de ameaças por parte de uma senhora, que disse que da próxima vez que for a Trás-os-Montes terá uma “receção especial”.

“O meu Facebook foi mais do que um palco de apedrejamento”, sublinhou, garantindo que não tem nada contra esta região em específico, bem pelo contrário.

Sem comentários: