terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Autarcas, CCDR-N, ICNF e Zasnet reuniram para dar início ao plano de prevenção de incêndios florestais

Os municípios portugueses que integram a reserva da Biosfera Transfronteiriça Meseta Ibérica reuniram, na passada sexta-feira, em Mirandela, com responsáveis da CCDRN, do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, e do ZASNET – agrupamento Europeu de Cooperação Territorial.
"A reunião de trabalho pretendeu dar início à execução do plano de prevenção de incêndios florestais e de valorização e reabilitação de habitats naturais", refere Berta Nunes, a presidente do Zasnet, entidade gestora da Reserva da biosfera transfronteiriça Meseta Ibérica
Apesar de ainda estar numa fase embrionária, Berta Nunes adianta que o plano "vai ter em linha de conta a necessidade de combater os problemas do despovoamento, que tem favorecido o aumento de incêndios florestais, e a fraca capacidade que os territórios que integram parques naturais têm tido na fixação de pessoas".
Nessa matéria, Berta Nunes critica a gestão "demasiado centralista dos parques naturais que deve ser substituída por uma maior competência das autarquias nessa matéria, por forma a garantir uma verdadeira gestão de protecção"
Para já, ainda não existe uma previsão para quando a implementação deste plano. No entanto Berta Nunes entende que os projetos a integrar nesse plano terão pernas para andar, lembrando que o Ministro do Ambiente já deu garantias que a prioridade vai para as reservas da biosfera e que haverá financiamento quer do Orçamento de Estado quer de fundos comunitários.

Escrito por Terra Quente

Sem comentários: