segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Gabinete do Utente de Amendoeira passa para o centro da aldeia

O Gabinete do Utente de Amendoeira, Macedo de Cavaleiros, mudou-se este domingo para o centro da aldeia. Passa também agora a ser um Centro de Lazer para os habitantes.
Antes, esta valência, que permite à população pagar as contas mensais através de um terminal multibanco, sem ter que se deslocar à sede de concelho, estava instalada no edifício da Junta de Freguesia, um local mais periférico. Este novo espaço é central, e esteve mais duas décadas de obras, explica Humberto Trovisco, autarca da freguesia de Amendoeira, Latães e Pinhovelo.

“Este é um edifício que entrou em obras há 22 anos. Em 1996, a Junta de Freguesia cedeu o espaço através de um protocolo à Associação Amendoeira Viva. Acabaram as obras no final de 2016. Como tínhamos na Junta de Freguesia os serviços para os utentes, resolvemos passá-lo para este edifício, por ser mais central.

Agora, é também um Centro de Lazer.”

Duarte Moreno, presidente da Câmara Municipal, considera que se trata de uma melhoria significativa na qualidade de vida dos moradores das 3 localidades abrangidas. Haver um espaço semelhante em cada sede de freguesia é que é mais complicado.

“[Para isso acontecer] o que falta mais é dinheiro. Há sempre uma ajuda da Câmara Municipal, pouco, obviamente, mas o grosso tem de se arranjar de outra maneira.

Estamos a falar de 30 freguesias, e por aí se pode ver que é difícil arranjar 30 espaços como este.”

Humberto Trovisco, em final de mandato, aproveitou o dia de festa para lembrar ao município que estão em falta as intervenções prometidas em Pinhovelo.

“É uma pedra no meu sapato, porque eu gostava que a Câmara Municipal fizesse alguma coisa em Pinhovelo. São poucas pessoas, é certo, mas o município comprometeu-se connosco [Junta de Freguesia] e com elas.

Fizemos um primeiro trabalho, que foi tirar uma horta do centro da aldeia, e dar-lhe um espaço mais digno, mais largo. Requalificamos ainda a igreja da aldeia

Falta ainda toda a pavimentação da aldeia, e pedi ao senhor presidente que não se esquecesse.”

Uma requalificação que vai acontecer tão breve quanto possível, garante Duarte Moreno. A dificuldade maior neste momento é captar financiamento.

“Os fundos comunitários que estão abertos atualmente não permitem financiamentos deste género. Viram-se muito para as sedes de concelho, e não para as freguesias em si. Por isso, será difícil arranjar fundos para essas requalificações.

Temos que encontrar fundos próprios, porque, além de Pinhovelo, falta requalificar Travanca, Nogueirinha, e mais duas freguesias grandes, sendo elas Vale de Prados e Castelãos.”

Declarações ontem, em Amendoeira, no dia da abertura do Gabinete do Utente e do Centro de Lazer, que vai estar a funcionar, para já, nos períodos da tarde. Esta obra foi financiada por fundos da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do, Norte e materiais cedidos pela Câmara Municipal.

Humberto Trovisco, que não se pode recandidatar às próximas eleições, por ter atingido o limite de mandatos, recordou ainda que está por colocar um novo pavimento em Pinhovelo, que pertence à mesma freguesia.

Escrito por ONDA LIVRE

1 comentário:

Hengerinaques disse...

Parabéns Compadre.

As populações que serviu, durante tantos anos, com abnegação e responsabilidade, vão sentir a sua falta.

Henrique Martins