quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

O calor tropical e africano nas “Noites Frias Vozes Quentes”

A programação musical do Teatro Municipal de Bragança enquadrada na rubrica “Noites Frias Vozes Quentes” regressa em 2017 com vozes e sons do calor brasileiro e africano.
A edição deste ano começa já no próximo DIA 2 DE FEVEREIRO  com o calor do projeto Natural, que vem diretamente do Brasil.  Surgido em Novembro de 2014 no interior de São Paulo, Brasil, o projeto musical reúne os compositores Michel Morais e Bruna Vezenfati, numa busca constante de sonoridades naturais que se embrenham em sons cujas raízes se encontram no soul, pop, jazz e da música popular brasileira.


Uma semana depois, DIA 9 DE FEVEREIRO , é a vez da moçambicana Selma Uamusse  aquecer o Teatro Municipal de Bragança com uma poderosa voz. “A sua versatilidade, poderoso instrumento vocal e genialidade performativa, levou-a a brilhar desde o rock (WrayGunn), ao afrobeat (Cacique 97), ao gospel, soul e jazz (Gospel Collective, tributos a Nina Simone e Miriam Makeba), enriquecendo a sua viagem por diversos estilos e cada vez mais consciente do poder transformador político e social da música”.


DIA 16 DE FEVEREIRO os ritmos e os sons africano continuam a aconchegar o auditório do teatro da capital nordestina. África continua presente, vindo a sonoridade da outra costa do continente, de Angola, através de Chalo Correia . “Cantor e compositor divulgador do Semba - precursor do Samba brasileiro - na Europa e Brasil, Chalo Correia compõe as suas canções em estilos diversificados mas, na maioria dos seus temas, a base rítmica do Semba e também do Merengue Angolano são uma constante. Depois do seu álbum de estreia, 'Kudihohola', neste espetáculo o músico angolano vai apresentar alguns temas que fazem parte do próximo disco, a editar em breve”.

A terminar, no DIA 23 DE FEVEREIRO , regressa o calor tropical através da voz de Nega Jaci , que promete trazer para o palco do Teatro Municipal de Bragança o melhor da música brasileira “para um concerto encantador, dançante e com muito samba”.
in:noticiasdonordeste.pt

Sem comentários: