quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Rota dos Cerieiros para descobrir a paisagem e o património de Felgueiras

No passado dia 22 de Janeiro decorreu na aldeia de Felgueiras a segunda edição do percurso pedestre Rota dos Cerieiros. A população aderiu à iniciativa que juntou mais de 60 participantes.
O fabrico da cera em Felgueiras remonta, pelo menos ao início do séc. XIX. Até meados do século seguinte conheceu grande expansão, sendo o maior centro produtor e distribuidor da região.

A rota dos cerieiros desenrola-se pelos caminhos usados antigamente nas lides comunitárias do povo de Felgueiras, quer na produção de mel, na confeção de velas e círios ou nas eiras comunitárias onde a população ia malhar os cereais.

Ao longo do percurso destacam-se vários pontos de interesse como a Igreja Matriz, o Lagar Comunitário da Cera, o tanque da couraceira, a eira do meio, os palheiros, a ribeira de Santa Marinha, as ruínas dos moinhos de água, as silhas, o ribeiro de Vale da Lousa e a Capela de Nossa Senhora dos Prazeres.

A iniciativa é da União de Freguesias de Felgueiras e Maçores e contou com o apoio do Município de Torre de Moncorvo.

O percurso pedestre estava inserido nas Festividades de S. Sebastião que decorreram nos dias 21 e 22 de Janeiro, durante as quais houve também lugar à realização de cerimónias religiosas, à arrematação o ramo e animação musical.

Nota de Imprensa - Luciana Raimundo

Sem comentários: