quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Autarcas não se entendem sobre localização de segundo Núcleo de Apoio à Vítima de Violência Doméstica

A secretária de Estado da Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino,  voltou a reafirmar que o governo quer “duplicar” o número de Núcleos de Apoio à Vítima de Violência Doméstica nos vários distritos do país, uma vez que normalmente só existe por distrito, mas “são precisos “pelo menos dois”, referiu no final de uma reunião com os autarcas de Bragança, na passada sexta-feira, 27.
Estando sobre a mesa a ideia de criar um segundo Núcleo de Apoio à Vítima no sul do distrito, visto que já existe um em Bragança, que foi o primeiro a ser criado no país, no âmbito do extinto Governo Civil.
O Estado apoia estes núcleos com um financiamento de cerca de 37 mil euros anuais, mais uma viatura, e conta com a colaboração das câmaras, em cerca de dois mil euros, que podem dar contributos monetários ou em géneros, como equipamento, material ou combustíveis. "As câmaras mostraram todas disponibilidade para acolher o Núcleo. 
Há uma disponibilidade grande de Alfândega da Fé porque tem uma instituição que tem tido projetos desta natureza, mas pode ser um dos outros concelhos", garantiu a Secretária de Estado.

Glória Lopes
in:mdb.pt

Sem comentários: