quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Eixo Atlântico apoia candidatura dos Caretos de Podence à UNESCO

A Assembleia Geral do Eixo Atlântico resolveu, ontem, apoiar a candidatura dos Caretos de Podence a Património Mundial da UNESCO.
Duarte Moreno, presidente do município macedense, esteve presente da reunião desta associação transfronteiriça, fez a proposta, e foi aceite por unanimidade.

“Na reunião onde estive, na Assembleia Geral do Eixo Atlântico, solicitei uma carta de conforto para que nos apoiassem na candidatura, e foi aprovada por unanimidade.

É uma forma do território do Eixo Atlântico estar connosco, e de nos apoiar nesta candidatura. É a reação que tenho [à inscrição do inventário nacional] porque se passou comigo. De resto, tenho ouvido muitos e bons comentários sobre aquilo que tem sido o trabalho da Associação Grupo dos Caretos de Podence, que merecem este prémio, e que é todo deles.”
Os Caretos avançam sozinhos para a chancela UNESCO, que, a acontecer, será a terceira para o concelho de Macedo de Cavaleiros. Quanto à candidatura conjunta dos Rituais de Inverno do Nordeste Transmontano, que chegou a ser defendida publicamente por António Ponte, diretor Regional da Cultura do Norte, Duarte Moreno diz que, provavelmente, irá acontecer, mas lembra que os Caretos de Podence têm especificidades únicas. Nesta nova etapa, a Câmara Municipal assume o papel de proponente da candidatura.

“Penso que ainda está de pé. Mas, tem a ver só com os caretos, que existem por toda a nossa região. Não têm é especificidades dos Caretos de Podence, nesta festa que acontece dentro de quinze dias. E essas especificidades é que foram reconhecidas, e vamos trabalhar para que sejam reconhecidos pela UNESCO.

Neste fase, tem de ser a Câmara Municipal a proponente. Terá mais força assim a candidatura. Estamos na linha da frente, juntamente com a Associação, para trabalhar e a fazer o melhor possível para, brevemente, termos mais um selo para o nosso território.”
A publicação em Diário da República, que oficializa a inscrição dos Caretos de Podence no registo do Património Cultural Imaterial de Portugal, e que valia o seguimento para a UNESCO, aconteceu ontem. Um motivo de satisfação, que só peca, no entendimento do autarca, por ser tardio.

“Uma satisfação para o concelho, para os macedense, e principalmente para Podence.

Peca é por tardia. Já podíamos estar mais adiantados para outras fases. Assim não aconteceu. Vamos trabalhar agora para concluir o processo para Património da Humanidade.”
Os Caretos de Podence ensaiam a candidatura a Património Imaterial da Humanidade, depois de alcançado o reconhecimento nacional. O Eixo Atlântico do Nordeste Peninsular, que junta 38 cidades portuguesas e espanholas, apoia este processo, que deve ser formalizado em finais de março deste ano.

O Entrudo Chocalheiro decorre, este ano, entre 25 e 28 deste mês.

Escrito por ONDA LIVRE

Sem comentários: