terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Igreja onde se acredita que casou D. Pedro e D. Inês de Castro recebe hoje os casais brigantinos

Hoje, dia em que se comemora o S. Valentim, um pouco por todo o mundo, a diocese de Bragança-Miranda decidiu celebrar o amor, de forma diferente. A igreja de S. Vicente, em que se acredita que se celebrou o casamento entre D. Pedro e D. Inês de Castro é o local escolhido para celebrar uma eucaristia sob o lema “Felizes os que amam”.
Os casais brigantinos são convidados, desta forma, a uma iniciativa marcada pela originalidade. “Pareceu-nos que celebrar, como se celebra por aí, o dia dos namorados era muito redutor. Tentamos celebrar o amor no seu conjunto, nas manifestações todas que ele tem, celebrar Deus como fonte do amor. Esta iniciativa é para namorados, noivos, casados, consagrados… Temos esta eucaristia e no final uma bênção especial para todas as pessoas que acreditam e querem viver o amor autêntico e verdadeiro”, explicou o padre Sobrinho Alves.

Apesar de não haver uma confirmação oficial de que o casamento de D. Inês e D. Pedro tenha acontecido nesta igreja, em 2013, o Município de Bragança colocou um painel de azulejos alusivo ao tema, da autoria de Pedro Nuno.

Ainda assim, o padre Sobrinho Alves, da Unidade Pastoral Nossa Senhora das Graças admite que o local pode servir para potenciar o turismo religioso. “As lendas são lendas, valem o que valem… Mas, para os lugares, pode ser vantajoso. Há muitos países que aproveitam este tipo de lendas para potenciar o turismo religioso e dar a conhecer o nosso património”, reforçou.

Depois da eucaristia, marcada para as 19 horas, segue-se um jantar num restaurante da cidade,   com acompanhamento musical e recitação de poemas. Escrito por Brigantia. Foto igreja: Município de Bragança. Foto painel de azulejos: Diocese de Bragança-Miranda. 

Sara Geraldes
Escrito por Brigantia

Sem comentários: