quinta-feira, 30 de março de 2017

António Branco desvaloriza saída do jet-ski de Mirandela

O presidente do Município de Mirandela já reagiu à decisão da Federação Portuguesa de Motonáutica de não incluir a cidade do Tua no calendário do Campeonato Europeu de Jet-Ski.
António Branco revela que a decisão “foi tomada pela federação”, mas confessa que a autarquia já tinha manifestado descontentamento com “a falta de organização do evento e da constante redução do número de pilotos”, que se vinha a verificar, principalmente após a perda do estatuto de utilidade pública da anterior federação portuguesa de jet-ski.
“Acreditamos que a prova já não tinha a dimensão que tinha no passado”, diz o presidente.
O autarca desvaloriza o fim das provas de jet ski em Mirandela, até porque entende que “já não tinham grande impacto na promoção da cidade”. António Branco promete para breve o anúncio de um vasto programa de eventos para colmatar a saída do Jet-Ski.
Está confirmado. Mais de duas décadas depois, Mirandela deixa de ser a capital do jet-ski.
Recordamos que António Antunes, o novo presidente da FPM, avançou, na terça-feira, em declarações à Antena 1, a saída do Europeu de Jet Ski de Mirandela, transferindo a prova para Penafiel.
Chaga desta forma ao fim a ligação de mais de duas décadas de Mirandela ao Jet-Ski.

Escrito por Brigantia

Sem comentários: