quinta-feira, 16 de março de 2017

Bragança vai ser contemplada com obras de requalificação urbana

A cidade de Bragança vai ser modernizada. O projecto, para um investimento superior a 25 milhões de euros, enquadrado no Plano Estratégico de Regeneração Urbana, foi apresentado, ontem, pelo presidente da câmara, Hernâni Dias, que conta ter a cidade requalificada até ao final de 2020.
Está prevista a intervenção em três zonas distintas, sendo uma delas o centro histórico, numa área de cerca de 64 hectares. Aqui, entre outras intervenções, está contemplada a reabilitação de edifícios degradados no centro histórico e a criação de um centro comercial ao ar livre no espaço envolvente ao Jardim Dr. António José de Almeida, que também será reabilitado.
Também haverá intervenções na zona de S. João de Deus, no Bairro Social da Coxa, no Bairro Social da Previdência e espaço envolvente, incluindo espaços desportivos.
E por fim, a zona das Cantarias, com uma intervenção em 225 hectares, para a construção de uma ciclovia que liga o Bairro da Mãe-d’água, Avenida Abade de Baçal, Zona Industrial e Núcleo Empresarial de Bragança, numa extensão de quase 4 km. Dentro deste plano de mobilidade e sustentabilidade, vão ser intervencionadas várias estradas, mas as que terão maior impacto serão a Avenida Sá Carneiro e a Avenida João da Cruz.

“São efectivamente duas avenidas que carecem de intervenção urgente e queria obter opiniões e participações das pessoas, mas a nossa atenção não se restringe a estas duas avenidas, também a Emídio Navarro e a Guerra Junqueiro, por exemplo serão intervencionadas”, sublinhou o presidente da câmara.
Hernâni Dias explica que isto foi uma apresentação do planeamento geral das obras e que certos pormenores serão afinados ao longo da elaboração do projecto.
Com estas obras a autarquia espera ter uma cidade muito mais ecológica, sustentável e acessível a todos. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: