segunda-feira, 27 de março de 2017

Brigantinos chamados a fazer propostas para o Orçamento Participativo de Portugal

Os Brigantinos foram chamados a fazer propostas para investimentos públicos nacionais, no âmbito do Orçamento Participativo de Portugal. Este é o primeiro exemplo a nível nacional de orçamento participativo. As propostas podem ser em quatro áreas distintas: cultura, agricultura, ciência e formação de adultos.
Na sexta-feira à noite, a secretária de estado adjunta e da modernização administrativa, Graça Fonseca deslocou-se a Bragança para apresentar esta iniciativa do Governo aos cidadãos e para os desafiar a apresentar propostas para o país.
“No fundo o que fizemos foi inspirar-nos nas práticas de orçamento participativo a nível local e disponibilizámos uma verba de três milhões de euros para a iniciativa dos cidadãos”, destacou.
Esta iniciativa do Estado começou a nove de Janeiro e vai decorrer até ao dia 21 de Abril, tem percorrido todo o país e na nossa região além de Bragança foi também apresentada em Alfândega da Fé.
Um dos objectivos é “apelar a uma cidadania activa e à discussão e partilha de ideias como explicou a secretária de estado”.
Em Maio quando já estiverem todas as candidaturas apresentadas serão iniciadas a fase das análises técnicas para transformar as ideias em projectos, desde a verificação de requisitos técnicos, como pôr as ideias em prática e calcular o investimento, sendo que cada proposta não pode ultrapassar os 200 mil euros. A fase de votação começa no início de Julho, vai até meados de Setembro e pode realizar-se no portal da internet ou por SMS gratuito. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: