quarta-feira, 8 de março de 2017

Filandorra com "Março, um mês cheio de Teatro"

A animação Mil Diabos à Solta de Vinhais e a representação da peça À Manhã de José Luís Peixoto na abertura do Festival de Teatro de Alfândega da Fé marcaram o início do Março o mês do teatro, iniciativa desenvolvida anualmente pela Filandorra – Teatro do Nordeste para assinalar na região o Dia Mundial do Teatro que se comemora no próximo dia 27 de Março.
Durante todo o mês de Março a Filandorra vai “celebrar” o teatro, com uma programação variada e destinada a todos os públicos, num total de 30 espectáculos/animações em 13 municípios de cinco distritos da região (Braga, Bragança, Porto, Vila Real e Viseu). Do programa destaca-se a revisita, trinta anos depois da sua estreia, à peça Um Pedido de Casamento de Anton Tchekhov, agendada para o dia 08 de Março, em dois momentos distintos: às 15h00 no Centro Cultural Regional de Vila Real, no âmbito do Dia da Mulher e enquadrado nas dinâmicas de formação dos alunos das Universidades Seniores de Vila Real e Murça, e à noite, pelas 21h30, no Centro Cultural de Vila Nova de Foz Côa no âmbito da Festa da Amendoeira em Flor e dos patrimónios mundiais. 

Um pedido de Casamento é uma divertida comédia sobre o “falso casamento” que é o casamento aos olhos das classes privilegiadas da sociedade russa do século XIX. Trata-se de um dos primeiros espectáculos da Companhia estreado em 1986 no Centro Cultural Regional de Vila Real, que vai novamente “servir” de palco àquela que, depois de À Manhã de José Luís Peixoto, é a segunda revisita da Companhia aos espectáculos mais emblemáticos do seu reportório. Com encenação de David Carvalho, Um Pedido de Casamento conta no elenco com Bibiana Mota, Bruno Pizarro e Gonçalo Fernandes nos papéis que há trinta anos couberam a Elisa Lopes, Marcelino Lopes e Carlos Fraga, actores “pioneiros” do teatro na região sob a Direcção de David Carvalho. 

O ciclo de teatro para as escolas é outra das actividades de destaque neste Março o mês de Teatro, com os textos de Gil Vicente Auto da Barca do Inferno e A Farsa de Inês Pereira a subirem ao palco das escolas de Celorico de Basto e Carrazeda de Ansiães nos dias 13 e 14 de Março. 

Para o público infantil a Filandorra tem agendadas três peças distintas para os palcos da “pequenada” como a História do Macaco de Rabo Cortado de António Torrado para Carrazeda de Ansiães a 15 de Março, Grilo Verde de António Mota para Ribeira de Pena no dia 24, e nos dias 29 e 30 de Março A Avó Leitura e o Baú das Histórias é apresentada em Vila Nova de Foz Côa e Penedono respectivamente, no âmbito da Semana da Leitura promovida por aqueles Municípios. 

Há ainda a destacar uma nova produção da Companhia, a terceira a revisitar no âmbito das Comemorações, Amor de D. Perlimplim com Belisa em Seu Jardim de Federico Garcia Lorca numa co-produção com o Conservatório Regional de Música de Vila Real a 22 de Março, que depois de Vila Real segue para os palcos de Sabrosa a 25 de Março, e Santa Marta de Penaguião no dia 27, municípios emblemáticos do “nosso” Douro, Património Mundial da Humanidade.

in:noticiasdonordeste.pt

Sem comentários: