quarta-feira, 1 de março de 2017

I Encontro Internacional da Fileira dos Frutos Secos realizou-se em Bragança

Partilhar experiências de inovação e casos de sucesso foi o objectivo do I Encontro Internacional da Fileira dos Frutos Secos O Brigantia Ecopark, em Bragança recebeu o I Encontro Internacional da Fileira dos Frutos Secos. Partilharam-se experiências que traduziram a junção da tradição e inovação, que se transformaram em sucesso.
O presidente do centro nacional de competências dos frutos secos, Albino Bento, falou do projecto que sustenta esta e outras iniciativas.
O ‘Portugal Nuts’ foi “aprovado em Maio de 2016 e que vai durar até ao final do ano e que conta com um investimento superior a 500 mil euros, que serve para muitas iniciativas como é o caso desta organizada em Bragança e terá projecção a nível nacional e internacional e visa a divulgação dos benefícios dos frutos secos como incentivo ao consumo”, salienta Albino Bento.
A produção de amêndoa e castanha é cada vez mais rentável e por isso estas são as culturas em que os produtores da península ibérica mais têm investido.
A transformação de castanha em farinha é uma aposta que tem vindo a resultar no mercado nacional e internacional. Sílvia Santos é uma empresária que decidiu apostar nesta área que vai arriscar na criatividade para melhorar a comercialização. A estratégia é “ir ao tradicional e tentar inovar e trazer este fruto para a alimentação e cultura gastronómica das pessoas” tentando assim ser mais competitiva no mercado nacional.
Outro dos vários casos de sucesso apresentados durante este dia foi trazido de Espanha por Beatriz Ostos, que viu neste sector uma oportunidade de investir na venda e transformação da amêndoa. “O aumento de produção de amêndoa em Espanha que se tem acentuado nos últimos anos e que deve ser aproveitado”, explica a empresária espanhola.
Participaram nesta iniciativa cerca de 80 pessoas vindas de Portugal, Espanha e França, que partilharam vários casos e experiências com o trabalho nesta área. O centro nacional de competência dos frutos secos promete continuar a promover actividades para dar a conhecer mais sobre este. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: