quinta-feira, 30 de março de 2017

Profissionais da restauração de Macedo de Cavaleiros em contacto com produtores regionais de vinho

A iniciativa, decorrida esta quarta-feira no centro Cultural, pretendeu aproximar o setor da restauração dos produtores de vinhos de Trás-os-Montes.
A Câmara Municipal de Macedo de Cavaleiros, reconhecendo a importância da restauração e dos produtos endógenos para a valorização turística do território, desafiou os empresários e colaboradores dos restaurantes de todo o concelho para conhecerem o mercado regional de vinho. 

Numa sessão realizada pela Comissão Vitivinícola Regional de Trás-os-Montes (CVRTM), entidade responsável pela certificação e promoção dos vinhos, os profissionais de restauração conheceram as características principais dos vinhos transmontanos, as diferentes tipologias e tipicidades, as obrigações legais associadas à comercialização e algumas formas de interpretação dos rótulos, de armazenagem e de servir o vinho. Depois da sessão teórica, tiveram oportunidade de contactar diretamente com diferentes produtores e a degustar os vinhos apresentados.

A aposta da Câmara Municipal na promoção externa de Macedo de Cavaleiros, seja através de diversas ações publicitárias, informativas, ou no investimento em aplicação turísticas para, tem resultado num crescente número de turistas, não só aquando da realização dos eventos principais, mas também noutras épocas do ano.

A gastronomia é um dos atrativos principais e o setor da restauração do concelho tem evidenciado um grande esforço e mérito em servir bem quem visita o concelho e uma ação de promoção como esta destina-se a dar mais conhecimento e a dotar os profissionais de outros instrumentos para reforçar a qualidade do atendimento.

Os vinhos trasmontanos são característicos pela frescura que apresentam. Atualmente estão inscritos 94 produtores na CVRTM e 65 em processo de certificação. Estão registadas cerca de 100 marcas no mercado e de entre os 3 milhões de garrafas certificadas, 85% correspondem a vinho tinto e os restantes a vinho branco. 13% da produção certificada é exportada para 17 países, sendo o Brasil, França, Suíça, Angola, Alemanha e Estados Unidos da América os principais importadores.

Nota de Imprensa - CM Macedo de Cavaleiros

Sem comentários: