quinta-feira, 6 de abril de 2017

Hernâni Dias recandidata-se pelo PSD para "fazer de Bragança um polo de atração”

O presidente da Câmara de Bragança, o social-democrata Hernâni Dias, concorre a um segundo mandato com o propósito de “continuar a fazer de Bragança um polo de atração”.
Hernâni Dias foi eleito há quatro anos e está a completar um ciclo de 20 anos consecutivos de poder do PSD na Câmara da capital de distrito.
O partido ambiciona prolongar a liderança para continuar a “atrair pessoas e investimento”, criando “uma cidade mais dinâmica, mais inclusiva, mais social e mais orgulhosa de si própria”.

O PSD parte para a corrida autárquica com um histórico de vitórias partidárias que ultrapassaram a percentagem de 60% com o antecessor Jorge Nunes e que têm registado uma redução para valores abaixo dos 50% - ainda longe, porém, do resultado do segundo partido mais votado, o PS, na casa dos 20%.

Dos concorrentes já conhecidos, Hernâni Dias, de 49 anos, tem ouvido críticas, às quais responde que “só se critica quem faz” e que “mais importante do que criticar é apresentar soluções”.

O candidato social-democrata afirma que “Bragança tem sido o motor” da região, com captação de investimento.

“Temos sido nós que temos criado emprego, temos sido nós que efetivamente temos atraído outras empresas para virem para o nosso território e esse é o efeito de capitalidade”, defende, em declarações à Lusa.

A capitalidade é atualmente, para o candidato, uma realidade diferente “daquela que foi há 15 ou há 20 anos, mais concretamente aquilo que tem a ver com as divisões administrativas”, já que hoje se ouve falar mais em comunidade intermunicipal, “não se ouve falar em distrito”.

“Por outro lado, determinado tipo de entidades que existiam e tinham um âmbito regional hoje já não existem e, portanto, tudo se trata a outro nível e nós temos que pensar também aquilo que está hoje a ser feito na prática e não necessariamente aquilo que aconteceu há 20 anos”, refere.

Tudo isto, considera, “é o fruto da evolução normal das sociedades e não é por isso que Bragança deixou perder o seu efeito catalisador porque ela continua a mantê-lo muito vivo e cada vez mais”.

Hernâni Dias é natural de Fermentãos, no concelho de Bragança, e ainda foi seminarista, mas acabou por seguir a carreira docente, ensinando Português e Francês.

Casado e com dois filhos, iniciou-se na política com uma candidatura à freguesia onde nasceu, a de Sendas, em 2001, tendo saído vitorioso em dois mandatos.

Foi delegado regional do Instituto Português da Juventude, em Bragança, e, nas autárquicas de 2009, integrou as listas do PSD à Câmara de Bragança, tendo sido eleito vereador com os pelouros do Urbanismo, Equipamento, Habitação Social, Juventude e Desporto.

Quatro anos depois, foi eleito presidente da Câmara e, nessa condição, é também presidente da direção da Associação de Municípios da Terra Fria, assim como desempenha vários cargos em associações, fundações, empresas municipais e intermunicipais, e entidades de cooperação transfronteiriça e transnacional.

Hernâni Dias é também presidente da concelhia de Bragança do PSD, desde há sete anos.

O candidato social-democrata gosta de caça, BTT, futebol e caminhadas rurais.

in:24.sapo.pt

Sem comentários: