quinta-feira, 6 de abril de 2017

Luís Geraldes traz exposição a Macedo de Cavaleiros

Um mundo de experiências e vivências em 30 obras de Luís Geraldes. A nova exposição no Centro Cultural de Macedo de cavaleiros já está aberta ao público.
Abriu esta quarta-feira, a exposição de Luís Geraldes no Centro Cultural. O prestigiado artista, Português de nascimento, mas que fez da Austrália a sua casa há mais de 30 anos, apresenta em Macedo de Cavaleiros o resultado das suas experiências e das múltiplas viagens por todo o mundo.

É o reflexo da sua vivência, “isso é preto no branco, indiscutível”, refere o autor, acrescentando que as obras, em pintura e escultura, são o resultado “das experiências, das viagens, dos múltiplos locais visitados”, dos livros que lê e das conversas que mantém. Explora nos seus trabalhos 5 elementos base: a Terra, a Água, o Ar, o Fogo e o Espírito; e pretende “desenvolver emoções e sentidos. Fazer com que as pessoas tenham perceções diferentes e façam uma descodificação relacionada com as experiências que cada um tem, porque cada pessoa é um mundo e cada quadro também o é”.

O Presidente Duarte Moreno mostrou-se muito agradado pela presença de Luís Geraldes. “É um grande autor, um dos nomes mais reconhecidos na pintura, que enriquece e enobrece muito o Centro Cultural e o ajuda a afirmar-se enquanto espaço de mostra de arte contemporânea”, disse.

O autarca acrescentou ainda ter ficado “surpreendido pela forma como o Luís fala com as pessoas. Não só coloca a sua obra perante o público para este se interrogar, como ele próprio suscita perguntas às pessoas, procura tirar delas os sentimentos de cada um ao apreciarem os seus trabalhos. Foi uma forma muito interessante de apresentar esta exposição”.

Luís Geraldes deseja que as pessoas “experimentem as emoções espirituais de que a obra nos fala, das experiências científicas e dos vários diagramas que a obra possui. Que cada um sentisse a cosmicidade da obra, os universos que formam estes cosmos grande que nós fazemos parte neste infinito que nos rodeia”.

Por último deixa um apelo: “Pedia do fundo do coração que as pessoas viessem ao Centro Cultural ver a exposição e apoiasse a Cultura. É fundamental as pessoas apoiarem as atividades culturais. A Cultura representa um aspeto fundamental do desenvolvimento económico das regiões e a presença das pessoas é fundamental para dar confiança aos agentes públicos e os incentivar a desenvolver mais atividades desta natureza.

Nota de Imprensa - CM Macedo de Cavaleiros

Sem comentários: