terça-feira, 4 de abril de 2017

Município de Macedo de Cavaleiros anuncia uma poupança para os macedenses de 2,6 milhões nos últimos 4 anos

2,6 milhões de euros – é este o valor que foi poupado às famílias macedenses desde 2013, com os encargos fiscais respeitantes ao IMI e ao IRS para os habitantes do concelho.
A redução do Imposto sobre Imóveis para a taxa mínima e a redução de 1% ao ano da taxa que é afeta ao município do IRS estão na base desta economia. Anos difíceis, considera Duarte Moreno, o presidente do município, e esta foi uma forma de os aliviar.

“Ao longo de 4 anos, e já contando com o ano de 2017, estamos a falar de uma poupança de 2,6 milhões, que a Câmara deixou de arrecadar e que colocou nos bolsos dos nossos munícipes.

Foram anos difíceis para as pessoas, para as pessoas e para a Câmara. E a Câmara achou-se com propriedade para disponibilizar essa verba para para que se atravessasse uma menor momento de dificuldade.

Foi uma ajuda que se deu às famílias, e fazia parte do programa eleitoral que isso iria acontecer.”
Duarte Moreno afirma mesmo que a vida dos macedenses não se tornou “tão trágica” com o aumento de impostos, e lembra outras medidas sociais implementadas.

“A vida dos macedenses não se tornou tão trágica com o aumento dos impostos que sofremos a nível nacional. Nós conseguimos diminuí-los, e ajuda também aqueles que tinham filhos a estudar, na atribuição de manuais escolares ao primeiro ciclo. Depois, passámos para o secundário e para as bolsas de estudo do superior. São medidas que vão ao encontro daquilo que são as expetativas das pessoas, e daquilo que deve ser uma boa governação, em termos políticos e concelhios.”
Esta diminuição de verbas não afetou o orçamento do município, garante Duarte Moreno, que acrescenta ainda que a dívida municipal até baixo.

“Já prevíamos que assim fosse. Até porque nós conseguimos reduzir a nossa dívida em alguns milhares de euros, e transferir verbas para os munícipes.

Significa que nós estamos satisfeitos, assim como deve estar a população de Macedo.”
O autarca local afirma ainda que, em caso de reeleição, estas medidas são para manter, e que outras poderão ser implementadas, como o programa Macedo Habitar, que recentemente saiu de discussão pública.

Escrito por ONDA LIVRE

Sem comentários: