domingo, 21 de maio de 2017

ACONTECIMENTO INSÓLITO NO INSTITUTO POLITÉCNICO DE BRAGANÇA “Poderia ter sido uma tragédia”

Terreno no parque de estacionamento da Escola Superior de Educação cedeu na madrugada de sábado dando origem a uma cratera com cerca de 28 metros quadrados e cinco metros de profundidade.
Pouco passava das duas da manhã de sábado, dia 20 de maio, quando parte do pavimento do parque de estacionamento da Escola Superior de Educação se abateu sobre si próprio criando uma autêntica cratera de 25 metros quadrados e cinco metros de profundidade.

De acordo com uma transeunte, que passou no Instituto Politécnico de Bragança (IPB) logo de manhã, pelas 9 horas, e que regressou “à zona afetada” ao final da tarde, a cratera havia já aumentado de tamanho. “No início era muito redondo, agora já está completamente diferente e bem maior”, garantiu a jovem de Bragança, acrescentando que, ao início da manhã, o buraco tinha uma forma meia que redonda e, agora, está oval”.

O Diário esteve, também, à conversa com um dos seguranças do IPB que asseverou que este acontecimento “poderia ter sido uma tragédia”. “Quinta-feira à tarde houve aqui uma corrida à volta do IPB e, por acaso, as pessoas todas concentraram-se onde está agora o buraco. Se tivesse acontecido nessa altura, era um cento de pessoas a serem engolidas pelo buraco”, asseverou, em off the record.

Ao que o Diário de Trás-os-Montes conseguiu apurar, existem alguns afluentes que passam por baixo daquela zona e, possivelmente, terá sido a água a provocar a erosão do terreno.

Bruno Mateus Filena
in:diariodetrasosmontes.com

Sem comentários: