quinta-feira, 11 de maio de 2017

Associação promove ação de tosquia tradicional

A Zoela – Associação para o Desenvolvimento Sustentável dos Territórios das Serras da Coroa e Montesinho vai promover no próximo dia 27 de maio uma ação local de tosquia de ovelhas com o intuito de preservar, valorizar e divulgar os valores de uma região predominantemente montanhosa e com características únicas no país.
A Zoela, uma organização sem fins lucrativos, "ambiciona criar e desenvolver novas ideias e linhas de ação para uma constante revitalização do seu território de abrangência recorrendo a novas tecnologias e renovando conceitos na busca de uma ruralidade moderna e dinâmica, mas também saudável e sustentável", refere fonte da associação em comunicado de imprensa. 

A associação diz pretender "contribuir para o desenvolvimento sustentável e integrado dos concelhos de Bragança e Vinhais, mais precisamente, pelos territórios abrangidos pelas Serras da Coroa e de Montesinho. Pretendemos preservar, valorizar e divulgar todos os valores de uma região predominantemente montanhosa e com características únicas no país". 

Como tal, vai criar e desenvolver novas ideias e linhas de ação para uma constante revitalização do seu território de abrangência recorrendo a novas tecnologias e renovando conceitos na busca de uma ruralidade moderna e dinâmica, mas também saudável e sustentável. 

A ruralidade é o mote para o trabalho da Zoela, desta forma no dia 27 de Maio irá-se realizar na aldeia de Zido no concelho de Vinhais a Tosquia. 

Uma vez por ano, conforme tradição, juntam-se vários pastores, provenientes de várias localidades, para cortar a lã das ovelhas do rebanho. Hoje em dia os pastores usam máquinas para proceder a esse corte e a tosquia é feita num ápice. 

A arte de tosquiar está em risco de desaparecer, devido acima de tudo à diminuição dos rebanhos no país mas também porque em tempos idos, o corte da lã era feito com tesouras artesanais o que implicava que cada ovelha fosse meticulosamente tosquiada. Daí a arte. Para além de tosquiador, o pastor, é um cuidador que vive entregue às exigências de um rebanho, uma vida quase sem horários, mas ainda assim, uma vida feliz. Como muitos dizem “ não saberia viver de outra maneira”. 

Esta actividade pretende ser um reviver de uma tradição, e quem estiver interessado pode vir aprender. 

A tosquia e as ovelhas fazem o título, mas quem dá vida a esta actividade são sem dúvida os pastores. Por isso podem contar com o espaço “ Tosquias, conversas e pastores” onde decorrerão conversas que vão desde a importância da tosquia, dos rebanhos, dos pastores, até ao tratamento que é dado à lã. Estas e muitas mais conversas vão ter lugar nesta actividade organizada pela Associação Zoela em parceria com a Associação Tarabelo e com o apoio da Junta de Freguesia de Vilar de Ossos.

in:jornalnordeste.pt

Sem comentários: