domingo, 28 de maio de 2017

Homem libertado após 5 anos de trabalho escravo

Um casal de 62 anos, ficou em prisão preventiva por suspeita do crime de tráfico de pessoas para exploração laboral.
Tudo aconteceu em Sambade, Alfândega da Fé. A vítima, identifica a Polícia Judiciária (PJ), é um homem de 64 anos, que seria explorado há pelo menos 5 anos, altura em que terá sido recrutado pelos suspeitos para a prática de pastorícia.
Contudo, durante esse tempo, o homem que sofre de problemas de alcoolismo e sem ligações familiares próximas, nunca recebeu qualquer pagamento. Era obrigado a trabalhar todos os dias, “num regime de servidão total”. Vivia num espaço sem condições mínimas, numa pocilga.

O pastor foi libertado e encaminhado para uma instituição de acolhimento. Já os suspeitos, depois de ouvidos pelo tribunal de turno, esta sexta-feira, em Macedo de Cavaleiros, ficam a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Escrito por ONDA LIVRE

Sem comentários: