quinta-feira, 4 de maio de 2017

João José Pereira Vaz de Morais de Abreu e Sarmento

Solar: Morgado de Oliveira - Vale Benfeito
Tenente de infantaria, actual secretário (Setembro de 1929) do distrito de recrutamento e reserva de Bragança e representante das famílias Abreu Sarmento, de que falámos no tomo VI, pág. 29, destas Memórias. São tantas as informações que nos conseguiu para este volume, que não podemos furtar-nos a confessar-lhe por esta forma o nosso reconhecimento.
Nasceu em Vale Benfeito, concelho de Macedo de Cavaleiros, a 23 de Março de 1891 e casou a 6 de Janeiro de 1916 com D. Isolina Augusta Pereira dos Santos, de Castanheiro do Norte, concelho de Carrazeda de Ansiães, nascida a 7 de Outubro de 1892.
Há deste matrimónio os seguintes filhos: Alfredo, João Manuel, Zélia Maria, Fernando José e Adriano Pereira Vaz de Morais de Abreu Sarmento.
Pais: Bernardino César de Morais de Abreu e Sarmento, que nasceu em Vale Benfeito a 16 de Março de 1846 e aí faleceu a 2 de Janeiro de 1920, tendo casado com D. Maria das Dores Álvares Pereira Vaz de Magalhães, nascida em Alvações de Tanha (Régua) a 7 de Agosto de 1846. Além do nosso biografado, tiveram mais uma filha de nome D. Maria Zélia Vaz Morais de Abreu Pereira, nascida a 31 de Janeiro de 1886 e casada com Carlos Alberto Pereira de Oliveira.
Avós: José Joaquim de Morais Gouveia e D. Maria Cândida Borges de Morais de Abreu Sarmento, de Bragança, filha de José Bernardo Borges de Morais de Abreu e Sarmento, capitão de cavalaria na guerra peninsular, nascido em Vale Benfeito a 24 de Março de 1777, filho de António Manuel de Abreu Sarmento (que também assinou alguns documentos com o nome de António Manuel de Abreu de Faria de Figueiredo Sarmento
Doutel), oficial de cavalaria, de Bragança, casado com D. Bernarda Maria Borges de Morais Vergueiro, de Vale Benfeito (531), filha do capitão de ordenanças Félix Borges Vergueiro Pires Duque, senhor de um vínculo de morgadio.

Memórias Arqueológico-Históricas do Distrito de Bragança

Sem comentários: