quarta-feira, 10 de maio de 2017

Jorge Fidalgo relembra a necessidade de uma ligação directa entre Vimioso e a A4

O presidente da câmara municipal de Vimioso relembra a necessidade de construção de uma ponte entre Vimioso e Carção, numa extensão de cerca de três quilómetros, que serviria de alternativa ao traçado actual de 10 quilómetros por sinuosas curvas.
“Não faz sentido nenhum que em pleno séc. XXI continuemos a ter uma estrada que é do Estado Novo, quase parece que ainda temos de lhes agradecer porque é a única via que temos para nos deslocar, tudo porque o Estado, independentemente dos governos, teima em não agilizar uma ligação rápida, segura e cómoda à auto-estrada e à capital de distrito”, lamentou Jorge Fidalgo.
Jorge Fidalgo defende que é preciso conciliar a defesa do meio ambiente com o bem-estar das pessoas, porque, segundo o autarca, se as pessoas estiverem a ser prejudicadas em prol da natureza, elas próprias vão ser menos cuidadosas “em Vimioso defende-se e trabalha-se pela protecção da natureza, contudo não é justo que a recompensa seja uma intransigência tão grande em avançar rapidamente com a obra.”
Os estudos de impacto ambiental continuam a decorrer e a impedir o avanço do processo para iniciar as obras para a construção de 3 km de via. A ser construída, esta via, vai servir não só Vimioso mas também Freixo de Espada à Cinta, Mogadouro e Miranda do Douro, que representam cerca de um terço do distrito. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: