quinta-feira, 18 de maio de 2017

Não é o melhor ano na produção de cereja mas não faltará na feira de Alfândega da Fé

A produção de cereja no concelho de Alfândega da Fé este ano não é das melhores e espera-se uma quebra significativa na colheita.
O presidente da Cooperativa Agrícola de Alfândega da Fé, Eduardo Tavares, deu conta que há uma quebra acentuada na produção, esperando-se uma colheita entre as 60 a 70 toneladas de cereja, quando num ano médio pode chegar às 120 toneladas. "A chuva e o frio intenso na fase de floração acabaram por prejudicar o desenvolvimento do fruto.
O problema não é tão grave como no ano passado, cuja campanha foi muito má e as quebras de produção muito elevadas, mas também não é um ano bom. 
Será uma campanha média a baixa", afirmou o responsável.

Glória Lopes
in:mdb.pt

Sem comentários: