terça-feira, 30 de maio de 2017

Soutos em Cova de Lua, Espinhosela, infectados com vespa do castanheiro

Um novo foco da vespa da galha do castanheiro foi detectada em dois soutos em Cova de Lua, Espinhosela, concelho de Bragança. As duas plantações são novas e pertencem ao mesmo produtor, tendo cerca de 200 castanheiros.
Depois de detectada a infestação, a junta de freguesia mobilizou os funcionários da para inspeccionar estes soutos, retirar e destruir “os mais de 200 casulos encontrados”, de forma a “atenuar e minimizar o aparecimento da vespa e evitar que se transmita aos castanheiros mais velhos”, explicou o presidente da junta de freguesia de Espinhosela, Telmo Afonso.

No caso destes novos soutos plantados, Telmo Afonso explica que o próprio produtor afectado desconhece a origem dos castanheiros plantados.

“Ele tinha aquelas dia terras, que mandou plantar, ele não sabe o que é a vespa da galha do castanheiro, não conhece muito bem quem lhe plantou os castanheiros nem de onde vieram as árvores”, lamentou.

O responsável autárquico critica a falta de controlo sanitário na venda de castanheiros, o que na sua opinião terá contribuído para o alastrar desta praga:

“Esta compra de forma quase desorganizada não foi bem controlada pelas entidades oficiais, vendem-se castanheiros na feira de indivíduos sem viveiros e que não têm nenhum certificado de qualidade da planta”, salientou.

A freguesia de Espinhosela produz anualmente cerca de 1000 toneladas de castanha. 

Escrito por Brigantia
Olga Telo Cordeiro

Sem comentários: