quarta-feira, 21 de junho de 2017

Espanhóis descontentes com a falta de decisões sobre a ligação Bragança- Puebla de Sanabria na cimeira ibérica

“Um balde de água fria” é assim que Manuel Sanchez, o autarca de Puebla de Sanabria, classifica a falta de decisões na cimeira ibérica relativamente à ligação entre Bragança e Puebla de Sanabria.
Tinha sido anunciado um compromisso de que este assunto iria ser levado à discussão entre os representantes dos dois países, o que não aconteceu. “A última cimeira ibérica realizada em Vila Real foi um balde de água fria, pois esta questão não foi tratada, quando havia um compromisso, inclusivamente por parte do governo espanhol, através do Conselheiro de Fomento da Junta de Castilla e León de que este tema seria levado à mesa da discussão”, explica.
Manuel Sanchez diz que “existe a dúvida do que vai acontecer com essa ligação, mas temos esperança. Hoje saíram na imprensa espanhola algumas notícias relativas a esta ligação, no sentido de que vai haver maior rapidez na sua execução”.
O optimismo não é a palavra de ordem, neste momento, apesar dos aparentes avanços. O representante espanhol sublinha que, esta ligação é imprescindível e se não há um entendimento entre os dois países então tem de se encontrar uma solução.
“O problema que temos muitas vezes com as nossas administrações públicas é que se dedicam muito a prometer e a falar, mas nós o que queremos ver é factos. Esta ligação é imprescindível e se não há um entendimento entre os dois países então temos que encontrar uma solução. Temos que nos pôr de acordo por onde vamos. Temos que nos sentar e falar, mas é um processo que já devia estar muito mais avançado e, espero estar equivocado, mas penso que até ao final deste ano não haverá grandes avanços”. 
Para Manuel Sanchez a estrada por Rio de Onor apresenta-se como solução preferencial, porque é uma ligação com menos complicações orográficas, que seria muito mais fácil de desenvolver do ponto de vista técnico.
Quanto às obras da Estação de Alta Velocidade de Otero de Sanabria, poderão arrancar até ao final do Verão, Manuel Sanchez fez a revelação no final da 2ª sessão dos conselhos Raianos. “A resposta que recebeu hoje o alcalde e senador José Fernández Blanco por parte do presidente Dom Juan Bravo é que ao longo deste verão a estação vai ser licitada. Pensamos que, uma vez licitada e adjudicada a obra, o início dos trabalhos estará eminente”.
Segundo diversos especialistas, a estação de TGV de Otero só terá viabilidade se existir uma ligação rodoviária moderna entre Bragança e Puebla de Sanabria. No passado sábado surgiram notícias, na imprensa do país vizinho, de que o processo poderá ser desbloqueado em breve. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: