sábado, 24 de junho de 2017

Protecção Civil emite alerta para o fim-de-semana

Prevê-se um risco máximo de incêndio em algumas zonas do país incluindo o Nordeste Transmontano, para as próximas 48 horas.
A Autoridade Nacional de Protecção Civil emitiu um comunicado em que aponta para uma subida das temperaturas, uma diminuição da humidade do ar e ocorrência de vento moderado a forte, em particular nas terras altas. Prevê-se, também, instabilidade no tempo, com probabilidade de trovoadas, rajadas de vento e pouca possibilidade de aguaceiros.
Este quadro meteorológico é favorável, segundo a Protecção Civil, à eventual ocorrência e propagação de incêndios florestais. Por isso, as autoridades relembram a proibição de fazer fogueiras ou queimadas, lançamento de balões de mecha acesa/foguetes, atirar cigarros para o chão, utilização de equipamentos destinados a combustão e de dispositivos de retenção de faúlhas.
Recomenda-se precaução a quem faça trabalhos agrícolas ou florestais, para que mantenha as máquinas e equipamentos limpos, que faça o abastecimento de combustível a frio e em locais sem vegetação e que evite trabalhar nas horas de maior calor.
A todos os cidadãos, especialmente crianças, idosos, grávidas e doentes crónicos a protecção civil recomenda que evitem andar na rua nos picos do calor, entre as 11 e as 17 horas. A ingestão de muita água, o uso de roupas frescas e leves e reduzir os esforços.

Sem comentários: