quarta-feira, 26 de julho de 2017

Bragança disponibiliza linha telefónica gratuita de apoio à maternidade

A Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste anunciou hoje que pretende reforçar o apoio na área da saúde materna, através da criação de uma linha telefónica gratuita, destinada a todas as mães do distrito de Bragança.
O início do funcionamento da linha "está dependente de questões técnicas", mas é esperada a entrada em funcionamento "o mais rápida possível, como indicaram os enfermeiros Sofia Morais e Francisco Antunes, na apresentação do projeto.

O propósito é disponibilizar um contacto de proximidade às mães que, depois de saírem da maternidade, vão poder ligar para esta linha e serem atendidas pelo enfermeiro especialista indicado para a sua área de residência.

O serviço faz parte do projeto "Apoiar na Maternidade", promovido pela ULS do Nordeste, e contemplado com um apoio financeiro de quase 11 mil euros pela Missão Continente, num concurso anual da cadeia de hipermercados para apoiar a saúde familiar em Portugal.

O projeto foi apresentado hoje em Bragança, no Centro de Saúde de Santa Maria, e tem como principal novidade a linha telefónica gratuita para "reforçar o apoio após a saída do Hospital, que irá permitir às mães e seus familiares esclarecer dúvidas e solucionar problemas relacionados com a maternidade", segundo a instituição.

Para complementar este apoio disponibilizado através da linha telefónica, será ainda criada uma página na Internet "com o objetivo de facilitar a comunicação entre as mães e seus familiares com o enfermeiro especialista".

Nesta plataforma digital, como explicou a ULS do Nordeste, "serão disponibilizados conteúdos sobre a gravidez, o parto, a recuperação pós-parto e os cuidados com o bebé, abrangendo a segurança, saúde e nutrição".

A promoção do aleitamento materno é outra das vertentes deste projeto, que irá disponibilizar os mecanismos de suporte necessários para que as mães continuem a amamentar após a saída da Maternidade.

Para este fim, serão dotados com mais equipamento e material de apoio, "os cantinhos de amamentação instalados nos 14 Centros de Saúde do distrito de Bragança".

Os responsáveis pela saúde na região de Bragança, defendem que "este projeto irá contribuir para a melhoria da qualidade de vida das mães/família, dando resposta às suas necessidades e indo ao encontro das suas expectativas, num momento que gera ansiedade e exige adaptações diárias no seio familiar".

Agência Lusa

Sem comentários: