quarta-feira, 19 de julho de 2017

Novo conselho geral do IPB tomou posse ontem

Continuar o trabalho desenvolvido até agora em prol dos resultados e reconhecimento que têm vindo a ser alcançados a nível nacional e internacional é o objectivo da nova equipa do conselho geral do Instituto Politécnico de Bragança, que tomou posse ontem à tarde.
Dionísio Gonçalves, ex-presidente do IPB e actual presidente conselho geral fala de um novo ciclo mas com a continuação de desafios permanentes.
“ São desafios permanentes que temos de enfrentar, não é porque mudou a equipa que as coisas vão mudar, temos de continuar o bom trabalho que tem vindo a ser feito e que nos colocou nos rankings de excelência e é com essa bitola que vamos continuar a desenvolver o trabalho mas agora com algum sangue novo que vem ajudar a equipa que ficou”, diz.
Visivelmente emocionado, Sobrinho Teixeira, presidente do IPB, fez um discurso de agradecimento aos membros cessantes do conselho geral fazendo um balanço positivo ,com alguma nostalgia, sobre todo o trabalho desenvolvido e resultados alcançados. O líder da instituição deu as boas-vindas aos novos membros reiterando “que são bem-vindos à equipa e que agradece que venham com sugestões ideias e projectos que possam melhorar ainda mais o que tem vindo a ser feito.”
Adianta ainda “ que a missão nunca está cumprida. Sobretudo, acho que é uma sensação de felicidade por poder estar, contribuir e poder dar corpo ao que é muito do sentimento das pessoas da instituição de orgulho.” Considera-se um “bafejado pela sorte”, por chefiar o Instituto Politécnico de Bragança e trabalhar “lado a lado” com todos os que dele fazem parte.
Na Escola Superior Agrária cessou funções, como director, Albino Bento e tomou posse Miguel Vilas Boas. Na Escola Superior de Saúde cessou Helena Pimentel e tomou posse Adília Fernandes. Na Escola Superior de Tecnologia e Gestão, José Adriano Pires substitui na direcção Adriano Alves.
Luís Carlos Pires e António Ribeiro Alves mantêm-se na direcção da Escola Superior de Comunicação Administração e Turismo e na Escola Superior de Educação, respectivamente.
Os novos membros enfrentam agora um ciclo de quatro anos nas dianteiras daquele que é considerado por vários rankings o melhor instituto politécnico de Portugal e uma das melhores instituições de ensino superior do mundo. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: