quarta-feira, 19 de julho de 2017

Obras da escola secundária de Mirandela deverão começar dentro de um mês

Dentro de um mês devem arrancar as obras de reabilitação da escola secundária de Mirandela. No final da semana passada, o Município já procedeu à assinatura do contrato da empreitada que vai custar cerca de 3,2 milhões de euros, pelo que falta apenas o visto do tribunal de contas para o início das obras num estabelecimento de ensino que já tem cerca de 40 anos e nunca teve qualquer intervenção.
Há ainda mais três escolas do primeiro ciclo do ensino básico da cidade que vão ser alvo de requalificação, num investimento a rondar os 4 milhões de euros.
Há mais de uma década que estão prometidas obras para a escola secundária de Mirandela que já chegou a ter projectos realizados e um concurso anulado. Chegou mesmo a constar na lista da 3ª fase de requalificação da Parque Escolar, com investimento de 13 milhões, mas nada avançou.
Parece que é desta que o estabelecimento de ensino vai mesmo ter uma intervenção de fundo, a primeira desde que foi inaugurada, há cerca de 40 anos.
Nesse sentido, já foi assinado o contrato da empreitada e o presidente do Município espera que dentro de um mês a obra possa avançar após luz verde do tribunal de contas.
António Branco explica que será uma intervenção faseada que vai durar cerca de um ano a concluir
Trata-se de um investimento de 3,2 milhões de euros, um valor superior ao que ficou contratualizado no pacto territorial de desenvolvimento e coesão da CIM Terras de Trás-os-Montes, que foi de 2,4 milhões, cuja comparticipação de fundos comunitários é de 85 por cento, ou seja, 2 milhões de euros, e os restantes quinze por cento são repartidos, pelo Orçamento de Estado e pelo Município, cabendo 7,5 por cento a cada parte, ou seja, 180 mil euros.
No entanto, a diferença, de 800 mil euros, entre o que ficou contratualizado e o que vai custar a obra será reivindicada na próxima reprogramação. Mas se isso não acontecer, o município compromete-se a suportar os custos.
No que se refere ao 1º Ciclo do Ensino Básico, está contratualizada uma verba de 3,7 milhões de euros, também financiada a 85 por cento, por fundos comunitários, para obras em três escolas do agrupamento de Mirandela.
Um novo bloco já começou a ser construído na Escola Básica Luciano Cordeiro e estão previstas reabilitações em mais duas escolas, que devem começar na próxima semana
Durante o período de trabalhos, os alunos dos diversos estabelecimentos de ensino vão ser transferidos para o edifício do Piaget, que foi adquirido pelo Município. Obras no parque escolar de Mirandela vão avançar com um investimento total a rondar os 7 milhões de euros. 

Escrito por Terra Quente (CIR)/ Foto: CM Mirandela 

Sem comentários: