quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Festival Intercéltico de Sendim começa hoje com programação e visual renovados para edição da maioridade

Começa já hoje o Festival Intercéltico de Sendim, que entra este ano na maioridade. E na 18.ª edição vai haver mudanças na programação, com mais actividades e concertos de rua ao longo dos dias, e um visual renovado, como explicou Mário Correia, o director do Festival.
“De repente, olhamos para o cartaz e vemos que já vão 18 anos de realização do festival e isso implica novas responsabilidades. Estamos a fazer o festival com muita rua, muitos concertos gratuitos muita animação de praças e actividades paralelas, a preparar aquilo que vai acontecer no próximo ano”, altura em que se prevêem alterações mais profundas, garante o responsável pela organização do festival.

O festival que já tinha actividades paralelas, mas reforça essa vertente, e pelas ruas de Miranda do Douro e Sendim vão ser soltos grupos de gaiteiros no PanDemonium Gaiteiro.

São alterações que servem para o festival se adaptar às exigências do público.

Devido à crise “as pessoas que vinham passar dois ou três dias ao festival agora muita gente fica uma semana, então é necessário ocupar os dias com muitas actividades”, explica Mário Correia.

E no cartaz deste ano são privilegiadas “as bandas emergentes”

O festival começa esta noite em Miranda do Douro com o concerto de Túa, de Múrcia.

Amanhã o festival é transferido para Sendim com os Sons do Douro e Charanga e sábado termina com Yves Lambart Group do Canadá e os espanhóis Iparfolk. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: