quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Habitantes de Vila Boa revoltados com água "turva" a correr nas torneiras

Alguns moradores da aldeia de Vila Boa, no concelho de Mirandela, estão revoltados porque a água que corre nas torneiras vem com tanta sujidade que se recusam a utilizá-la para consumo, tomar banho e até para confeccionar as refeições. "Estamos a beber uma água cheia de terra que nem aos animais se pode dar", diz Maria do Carmo, uma moradora daquela aldeia. "Pomos a roupa a lavar e fica cheia de manchas, nódoas amarelas que nem com lixívia sai", acrescenta.
Já Inácia Alves, outra habitante, não contém a indignação com esta situação. "Tive de ir comprar garrafões de água para beber e cozinhar porque a que corre nas torneiras vem como o barro. Nem sequer podemos tomar banho", adianta Inácia que diz já ter dado conhecimento da situação ao presidente da União de Freguesias do Franco e Vila Boa. "Falei com ele, mas diz que o caso tem de ser resolvido pela câmara", conclui.
O presidente do Município diz que esta é uma situação recorrente, em Vila Boa, em cada verão, que fica a dever-se "ao aumento significativo do consumo de água, nesta altura" havendo mesmo a necessidade de recorrer a abastecimentos periódicos, efetuados pelos bombeiros de Mirandela, aliada ao facto da aldeia de Vila Boa ainda ser abastecida por um depósito subterrâneo que "facilita o aparecimento de materiais em suspensão, devido à decantação das lamas", refere António Branco.

Francisco Pires
in:mdb.pt

Sem comentários: