quinta-feira, 10 de agosto de 2017

O Daladu e os Cantos de Trabalho na Malha - 24 de janeiro de 1974

Na aldeia de Tuízelo, no concelho de Vinhais, a equipa do etnólogo Michel Giacometti faz a recolha do "daladu", ou cantiga de abalar, constituída por improvisos de perguntas e respostas, utilizada por pastores para comunicarem de monte para monte na hora de sesta, e os cantos de trabalho nas malhas. Programa dedicado à memória do Padre Firmino Martins.
Mulher grita no topo de um monte para outra mulher que está mais abaixo - "daladu". Vistas gerais da aldeia de Tuízelo, no concelho de Vinhais, em Trás-Os-Montes. 47m02: Trabalhadores rurais iniciam os preparativos para a actividade da malha; Desafio de cantos entre dois grupos durante a actividade da malha. Pausa para beber vinho por uma cabaça, gritos de agradecimento pelo pão e vinho. 51m46: Cantadeiras cantam "Malva, malveta", enquanto espalham a palha. 54m07: Casal de trabalhadores cantam "Ditoso do lavrador". 55m25: Cortejo na última eirada, na qual a dona está presa até pagar a respectiva multa, trabalhadores cantam "Casei com uma donzelinha", "Salgueiral" e "Não sei se andarei segura" durante a actividade da malha. 01h01m35: Trabalhadores tocam gaita de foles, acompanhando com ferrinho o tema tocam "Morena, linda morena" e outra música. Casal de trabalhadores cantam "Vale de Vinos". Cantadeira canta romance de Dom João.
clica na imagem para aceder ao video

Sem comentários: