sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Quatro municípios do distrito beneficiados pela boa execução financeira dos fundos para as obras de regeneração urbana

Há quatro municípios do distrito de Bragança que foram contemplados com o Acelerador de Investimento Municipal.
Bragança, Mirandela, Vimioso e Torre de Moncorvo vão ter uma majoração de 10 por cento do total de projectos candidatados ao PARU – o plano de acção de regeneração urbana.
No caso de Torre de Moncorvo, que integra a CIM Douro, poderá contar com mais cerca de 100 mil euros. No caso de Vimioso, da CIM Terra de Trás-os-Montes, a majoração de 10 por cento corresponde a 85 mil euros.
Apesar de satisfeito com o aumento do financiamento, o autarca desta vila, Jorge Fidalgo, queixa-se da grande disparidade dos fundos comparando com outros municípios, visto que na mesma CIM há quem receba mais de majoração do que Vimioso de financiamento total para o PARU.
“Nós tivemos o bónus máximo só que o nosso bónus é inferior de outros municípios, porque se os outros têm 16 milhões tiveram quase um milhão de bónus e nós tivemos 90 mil euros, mas conseguimos ser beneficiados pelo acelerador de investimento. Não estou a criticar os outros, aliás Bragança e Mirandela tiveram os contratos de regeneração urbana assinados 5 ou 6 meses antes, eu assinei depois com os outros colegas e recebemos a majoração significa que executamos bem e rápido”, explica.   
O autarca considera mesmo que o quadro comunitário em vigor não só não combate como “agrava as assimetrias, dentro do próprio território de Trás-os-Montes, porque quem recebeu mais dinheiro foi Mirandela, Macedo e Bragança, que são as cidades.”
Esta majoração de 10% decorre da iniciativa do Acelerador de Investimento Municipal, apresentado pelo Governo em Maio de 2016, e que beneficia os municípios com melhor execução dos fundos. 

Escrito por Brigantia

Sem comentários: