terça-feira, 5 de setembro de 2017

Prova todo-o-terreno "King of Portugal" leva 51 pilotos a Vimioso

A prova de todo-o-terreno automóvel "King of Portugal" (KOP), que decorre de quinta -feira até sábado em Vimioso, envolve 51 equipas 17 nacionalidades e, conforme estima a organização, quer ultrapassar o número de espetadores em relação ao ano passado.
Em declarações prestadas hoje à agência Lusa, o diretor da competição, José Rui Santos, disse que este ano há novidades no traçado da prova e no "aumento significativo" de equipas que passaram de 36 na edição de ano passado para as 51 em prova este ano.

"A grande novidade é que, pela primeira vez, o KOP vai ter dois percursos diferentes: um mais rápido e um outro mais técnico. Quanto ao aumento do número de espetadores, vamos ultrapassar os seis mil contabilizados o ano passado e contamos com afluência dos espanhóis, que vão ter 14 esquipas em prova, já que Vimioso é uma vila fronteiriça", frisou.

Por Vimioso vão passar pilotos dos Estados Unidos da América, Azerbaijão, Bélgica, Espanha, Itália, Portugal, Israel, França, Inglaterra, entre outras nacionalidades.

Segundo o responsável, o traçado do KOP, desenhado para sexta-feira no concelho de Vimioso, distrito de Bragança, é mais rápido ao estilo "Baja", com uma extensão de 32 quilómetros.

Já o traçado programado para sábado, é essencialmente técnico, com uma extensão de 24 quilómetros.

"Estes percursos são comuns a todas a categorias presentes em competição, onde marcaram presença os cinco melhores pilotos do mundo desta modalidade automóvel", frisou.

Em prova vão estar carros com potências que chegam aos 700 cavalos debitados por motores V8, integrados em quatro classes - Unlimited, Legend, Modified e Stock.

"Durante a prova será apresentado na Europa o primeiro carro de 'braços' à frente, fabricado com tecnologia de ponta e pode ser tripulado por uma equipa de dois elementos que até agora só competia em provas norte americanas", indicou.

Segundo os promotores, o KOP nasceu em Portugal perante um desafio de Dave Cole, mentor do "King of The Hammers", prova norte-americana que nasceu há oito anos num pedaço de deserto no leste da Califórnia quando 13 amigos se juntaram para fazer um fim de semana diferente e assim criaram "uma das maiores e mais duras corridas de Off-Road do mundo".

A organização da prova é da responsabilidade do Clube NorteX4 e conta com o apoio do município de Vimioso.

Agência Lusa

Sem comentários: