terça-feira, 24 de julho de 2018

CIM das Terras de Trás-os-Montes está a desenvolver projeto de Internacionalização para produtos locais e turísticos

CIM das Terras de Trás-os-Montes, promoveu nos dias 19 e 20 de julho uma ação de benchmarking destinada a conhecer e analisar boas práticas implementadas a nível nacional, no setor agroalimentar.
O objetivo é a criação das sinergias necessárias para a dinamização e crescimento deste setor no território, contactando com exemplos de sucesso, capacitando os agentes e delineando estratégias para melhorar práticas e serviços. 

Esta iniciativa insere-se na estratégia de internacionalização e abordagem a mercados prioritários para os recursos endógenos que a CIM Terras de Trás-os-Montes está a desenvolver. Esta foi a primeira ação prática no âmbito desta estratégia, inserida num estudo que está a sobre elaborado sobre esta temática. Trata-se de um processo que pretende fazer dos recursos endógenos fator de crescimento e desenvolvimento e afirmação das Terras de Trás-os-Montes a nível nacional e internacional. 

Nesta visita participaram responsáveis políticos, técnicos municipais, representantes de Associações/Agrupamentos de Produtores e Cooperativas locais. O programa incluiu a visita a clusters agroindustriais, que desenvolvem trabalho no âmbito da valorização, inovação, desenvolvimento de produto, comercialização nacional e internacional.

Os locais selecionados apresentam semelhanças com o território das Terras de Trás-os-Montes, quer ao nível dos produtos e potencialidades como dos constrangimentos que os produtores enfrentam. A delegação pode ver como algumas destas dificuldades estão a ser ultrapassadas, numa visita que passou pelo Inovcluster e Centro de Apoio Tecnológico Agroalimentar, em Castelo Branco, pelo Tagus Valley em Abrantes e pelo Portugal Foods, na Maia. 

Este é um projeto financiado por fundos comunitários, no âmbito do Programa Operacional Regional do Norte 2020, no eixo Sistema de Apoio a Ações Coletivas (intermunicipal).

Recorde-se que a CIM-Terras de Trás-os-Montes tem na valorização e promoção dos produtos endógenos do Território um dos seus principais objetivos. Esta Comunidade que integra os concelhos de Alfândega da Fé, Bragança, Macedo de Cavaleiros, Mirandela, Mogadouro, Vila Flor, Vimioso e Vinhais, está através desta estratégia a lançar as bases para fazer do binómio produtos locais/turismo fator de desenvolvimento e internacionalização do território. 

Nota de Imprensa - Sónia Lavrador

Sem comentários: