quarta-feira, 25 de julho de 2018

Demissões na comissão administrativa da Cruz Vermelha de Mogadouro um mês depois da tomada de posse

Dois elementos da Comissão Administrativa da Delegação de Mogadouro da Cruz Vermelha (CV) apresentaram demissão.
Passado apenas um mês da tomada de posse, os elementos, Sandra Sampaio Mesquita e Rui Mesquita, bem como o suplente José Mendes, acabaram por se demitir, em carta enviado ao presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, Francisco George, na qual fundamentam a sua decisão. 

Numa nota enviada à Rádio Brigantia, alegam apenas “incompatibilidade de trabalho com Lélia Ribeiro”, a presidente desta comissão, que entrou em funções a 14 de Junho. Segundo os membros demissionário, a comissão, nomeada pela direcção nacional da Cruz Vermelha, fica desta forma “impossibilitada de funcionar uma vez que não tem quórum”, atendendo a que um dos membros nomeados, Profetina Azevedo, não tomou posse para o cargo de vogal. 

Assim restam apenas na comissão a presidente e uma vogal.

A Comissão Administrativa da Cruz Vermelha de Mogadouro tomou posse dia 14 de Junho depois da demissão do anterior presidente e de um alegado desvio de quase 15 mil euros dos cofres da instituição, que originou uma queixa no Ministério Público. 

Escrito por Brigantia
Olga Telo Cordeiro

Sem comentários: