segunda-feira, 9 de julho de 2018

O ÚLTMO SILÊNCIO

Por: Maria da Conceição Marques
(colaboradora do "Memórias...e outras coisas..."
Passava a última andorinha 
Como um raio a esvoaçar…
Numa última esperança,
Asas, penas…
Água e sal…
Lágrima cristalina 
Nas pupilas a gotejar!
Última montanha…
Última ponte…
Último riso de gente…
Última água do mar!
Último rio…
Último afluente…
Último silêncio a escorregar!
A vida a ferro e fogo…
Pau e pedra…
Dia e noite…
Noite e dia…
Sem maré nem marejar!
Um último silêncio…
Grito a ecoar,
no peito consumido
Noite negra a começar.
O silêncio ameaçava.
O adeus da lua acenava,
ao último sol…
Ultimo raio, a brilhar!
Último sonho a sonhar…
Último olhar frente a frente…
Último desejo de olhar!
Febrilmente…
Cambaleante…
Débil, trémula e doente…
Morria a última paixão!
O silêncio parado no tempo…
Entre o tempo e a gente.
Entre o bater do coração!
Nascia o último malmequer 
Num desfolhar descontente…
Num último sopro de vento 
Primavera moribunda…
Último cio nascente
No último corpo de gente…
Num gemido de mulher


Maria da Conceição Marques, natural e residente em Bragança.
Desde cedo comecei a escrever, mas o lugar de esposa e mãe ocupou a minha vida.
Os meus manuscritos ao longo de muitos anos, foram-se perdendo no tempo, entre várias circunstâncias da vida e algumas mudanças de habitação.


Participei nas colectâneas:
POEMA-ME
POETAS DE HOJE
SONS DE POETAS
A LAGOA E A POESIA
A LAGOA O MAR E EU
PALAVRAS DE VELUDO
APENAS SAUDADE
UM GRITO À POBREZA
CONTAS-ME UMA HISTÓRIA
RETRATO DE MIM.
ECLÉTICA I
ECLÉTICA II
5 SENTIDOS
REUNIR ESCRITAS É POSSÍVEL – Projecto da Academia de Letras Infanto-Juvenil de São Bento do Sul, Estado de Santa Catarina
Livros editados:
-O ROSEIRAL DOS SENTIDOS
-SUSPIROS LUNARES
-DELÍRIOS DE UMA PAIXÃO
-ENTRE CÉU E O MAR
-UMA ETERNA MARGARIDA

Sem comentários: